UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
15/08/2010 - 18h24

Dagoberto diz ser 'bode expiatório' e dá a entender que pode deixar o São Paulo

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Diferentemente do duelo diante do Atlético-PR, Dagoberto foi relacionado para enfrentar o Cruzeiro. Mas não entrou em campo. Desde a eliminação da Copa Libertadores, o atacante não jogou um minuto sequer. Insatisfeito, admitiu ser espécie de ‘bode expiatório’ e deu a entender que seus dias no clube estão contados.

“Preciso ter calma. Não adianta agir com a emoção, assim como muitos estão fazendo comigo. Estou sendo criticado dentro do próprio São Paulo por causa de um tropeço. Todos têm culpa. É muito fácil saber que está fazendo isso comigo, mas não vou apontar nomes”, comentou o atacante, ainda no gramado do Morumbi.

Especula-se que Dagoberto teria irritado o presidente Juvenal Juvêncio por conta de suas atuações sem brilho. Devido ao desempenho ruim do atacante no primeiro jogo contra o Internacional, pelo torneio sul-americano.

Contra o Cruzeiro, foi relacionado, principalmente por causa dos inúmeros desfalques. Diante disso, o jogador é um dos que deve sair. O São Paulo apenas aguarda uma proposta para negociar o atleta, que não descartou sua saída do time do Morumbi.

“Desejo ser feliz aqui. Quando você não está sendo usado e não tem mais valor, é hora de buscar seu espaço”, acrescentou o atacante. No jogo deste domingo, quando o técnico Sérgio Baresi chamou Marcelinho para fazer a terceira substituição, Dagoberto se irritou, jogou o agasalho no chão e balançou negativamente a cabeça, demostrando toda sua insatisfação.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host