UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
18/08/2010 - 11h56

Badalado no Corinthians, Bruno César vislumbra dupla com Ganso na seleção

Bruno Thadeu
Em São Paulo

Bruno César fez o Corinthians minimizar a ausência do atacante Ronaldo, que não atua há 101 dias, e assumiu a condição de artilheiro do Brasileiro, mesmo sendo jogador de meio-campo. Badalado, o camisa 10 alvinegro mantém estilo discreto, costuma agradecer à mãe por cada feito atingido, mas perde a timidez ao se imaginar formando o meio-campo da seleção com Paulo Henrique Ganso.

RONALDO COGITA ABREVIAR DESPEDIDA

  • Renata Lufti/Justiça Desportiva

    Ronaldo completou 101 dias afastado do time e trava intensa disputa com a balança para retornar aos gramados no dia 29, contra o Vitória. O Fenômeno conta que fará o possível para manter a meta de encerrar a carreira no fim de 2011, mas admite que esse plano pode ser encurtado.

Mano Menezes convocará na sexta-feira a lista dos jogadores para amistoso contra adversário ainda não definido pela CBF. Bruno César está confiante.

“Eu estou bem tranquilo, pensando no Corinthians, mas é claro que eu fico na expectativa. Dá sim para jogar com o Ganso no meio-campo. Ele é um excelente jogador, mostrou isso no santos. Se precisar, jogo até na direita. O importante é estar entre os melhores. Depois a gente dá um jeitinho”, comentou Bruno.

Na estreia de Mano na seleção, havia expectativa de vários atletas serem incluídos, entre eles Bruno César. O ex-treinador corintiano chamou apenas o volante Jucilei, para surpresa do próprio Jucilei, que nem sequer assistiu à convocação. O fato de Mano já conhecer o elenco alvinegro é uma vantagem, conta Bruno César.

“O Mano já conhece o meu futebol. Pude trabalhar pouco tempo, mas deu tempo para ele saber por que fui contratado”.

Em alta no Corinthians, Bruno César coleciona passagens por várias equipes, apesar de jovem, 21 anos. Ele passou pela base do São Paulo, atuando no time B do Palmeiras. O meia também defendeu o Bahia, Ulbra, Noroeste e Santo André, antes de chegar ao Corinthians.

“Eu coloquei na minha cabeça que esse ano eu tinha que jogar, aparecer. Por isso, me dedico nos treinamentos estou sempre conversando com os preparadores físicos para saber como render mais. Quem trabalha Deus ajuda”.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host