UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
19/08/2010 - 19h27

Réver espera que desempenho no treino garanta condição de titular com Luxa

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte
  • Réver gostou de sua atuação no treino coletivo do Atlético-MG

    Réver gostou de sua atuação no treino coletivo do Atlético-MG

Titular no treino coletivo do Atlético-MG, realizando na tarde desta quinta-feira na Cidade do Galo, em Vespasiano, o zagueiro Réver espera que o seu desempenho na atividade garanta a sua escalação para a partida contra o Santos, no próximo domingo, às 16h, na Vila Belmiro.

“A gente sabe a responsabilidade que é colocar o colete, sabe o peso do colete, a equipe de baixo um pouco mais solta, mais sem responsabilidade, mas a equipe acabou fazendo um bom treino e espero que o coletivo de hoje tenha deixado uma boa impressão para o treinador quanto à chegada do Réver”, disse o zagueiro, referindo-se a si mesmo na terceira pessoa.

No treino coletivo desta quinta-feira, Vanderlei Luxemburgo mandou a campo a equipe titular formada com três zagueiros: Aranha; Werley, Réver e Cáceres; Rafael Cruz, Serginho, Ricardinho, Diego Souza e Diego Macedo; Diego Tardelli e Obina.

Segundo Réver, ele fez duas funções no trabalho. “O professor Vanderlei tentou fazer um esquema como terceiro zagueiro, na outra parte ele fez o terceiro zagueiro fixo, acho que teve uma resposta melhor, até porque fiquei um tempo sem fazer coletivo, ainda mais no time de cima, onde se tem um peso maior”, explicou.

O zagueiro atleticano teve o seu nome inscrito na CBF no início da tarde desta quinta-feira, quando o contrato com oi clube mineiro, que terá duração por quatro anos, foi publicado no BID, no último dia de inscrições de jogadores vindos de fora do Brasil.

“Finalmente saiu, foram algumas semanas de espera, de ansiedade, mas felizmente chegou o momento, espero estar correspondendo à altura pelo que o Atlético fez por mim há semanas, só espero estar à disposição do Luxemburgo neste jogo contra o Santos”, destacou Réver.

De acordo com o zagueiro, o período em que ficou treinando na Cidade do Galo, sem poder jogar, por causa da falta de documentação, foram importantes para ele se entrosar com o restante do elenco do Atlético.

“Cheguei aqui e me identifiquei muito bem com os jogadores, já tinha algumas amizades e isso foi fundamental, e nessas semanas longas de treinamentos, sem estar participando dos jogos, adquiri um pouco mais de identificação, acredito que não vai ter problema nenhum em campo”, salientou o novo reforço atleticano.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host