UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
23/08/2010 - 12h26

Borges garante comprometimento com o Grêmio e fala em notícias 'plantadas'

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre

"Tenho vergonha na cara", diz Borges

O centroavante Borges foi acusado de falta de vontade na derrota gremista contra o Ceará, no sábado. O jogador, inclusive, ouviu o recado de Renato Gaúcho afirmar que os descontentes deveriam ir embora. Mesmo não se referindo diretamente ao jogador, o técnico deixou clara sua opinião. Irritado, Borges esbravejou em entrevista coletiva nesta segunda-feira. O ex-são-paulino disse que está comprometido com o time e que notícias foram "plantadas" contra ele.

"É interessante porque fica muito fácil pegar pela fisionomia ou expressão do jogador e se tirar conclusões. Antes de se fazer uma crítica ou impor uma opinião, temos que ter certeza do que vai ser dito, porque se pode prejudicar o jogador e o clube com algo que não é verdade. Eu nunca deixei de treinar da mesma forma, eu sou deste jeito. Quando se está ganhando é uma coisa, perdendo é outra. Nos últimos dias eu ouvi muitas coisas. Se eu fico no banco sorrindo é porque não estou comprometido, se fico sério é porque estou desmotivado. Fiquei muito surpreso quando li essas matérias plantadas de pessoas de má conduta com interesse de me prejudicar. Sempre gostei do Grêmio e jamais vou estar de má vontade", garantiu Borges.

O atacante foi chamado duas vezes para entrar na partida diante do Ceará. Ainda no primeiro tempo, Renato Gaúcho optou por não colocar Borges, que aqueceu durante alguns minutos. Depois disso, o jogador acabou entrando na segunda etapa e participou da derrota no nordeste.

Neco Varella/Freelancer
Renato Gaúcho mandou um claro recado para os insatisfeitos no Grêmio. Segundo o treinador, quem achar o clube pequeno deve sair. Nesta segunda-feira, mais de uma hora de conversa antecedeu o treinamento no Olímpico.

"Escutei que estava 'beiçudinho', que balancei a cabeça negativamente quando o Renato me chamou no primeiro tempo. Isso é covardia, eu sempre respeitei a todos. Ser criticado por jogar bem ou mal é normal, mas inventar história me chateia muito, prejudica o clube e o jogador junto aos torcedores", afirmou.

Borges veio do São Paulo no início do ano e sempre deixou claro que optou pelo Grêmio para conquistar títulos. Depois de um primeiro semestre muito bom, o time tricolor se encontra na zona do rebaixamento no Brasileirão e foi desclassificado na primeira fase da Copa Sul-Americana.

"Para ser sincero, eu tive propostas para ir jogar no Emirados Árabes e no Catar e não fui. A nossa posição não me desmotiva em nada, estou querendo tirar o Grêmio desta situação ruim", afirmou.

Visivelmente irritado durante os breves minutos de entrevista, Borges não foi deselegante em nenhum momento e, mesmo criticando a imprensa geral, elogiou os jornalistas presentes. "Sei que nada saiu daqui, que vocês publicam o que realmente existe e nada plantado", comentou.

O centroavante não tem sido titular de Renato Gaúcho. Com esquema 3-6-1, Borges tem sobrado para Jonas atuar. "O esquema bom é o que vence", disse. O Grêmio volta a campo na quarta-feira, às 22h, contra o Santos, no Olímpico. Contra o mesmo adversário, no mesmo local, só que pela Copa do Brasil, ele marcou três e o time tricolor venceu por 4 a 3.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host