UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
23/08/2010 - 10h52

Cruzeiro perde Thiago Ribeiro e Fabrício para encarar o Corinthians

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte
  • Artilheiro do time, Thiago Ribeiro foi expulso no revés para o Vitória

    Artilheiro do time, Thiago Ribeiro foi expulso no revés para o Vitória

Derrotado pelo Vitória por 1 a 0, no Ipatingão, nesse domingo, o Cruzeiro tentará se reabilitar diante do Corinthians, na quarta-feira, às 22h (de Brasília), no Parque do Sabiá, em Uberlândia, sem seu artilheiro na temporada. Expulso diante da equipe baiana, o atacante Thiago Ribeiro não poderá enfrentar o vice-líder do Brasileirão. O mesmo ocorrerá com o volante Fabrício, que recebeu o terceiro cartão amarelo.

Autor de 16 gols em 2010, o camisa 11 cruzeirense recebeu o cartão vermelho depois de reclamar da arbitragem quando o Cruzeiro já perdia por 1 a 0. O árbitro Francisco Carlos Nascimento já havia advertido Thiago Ribeiro e o volante Fabrício poucos instantes antes da expulsão, também por causa de reclamações do jogador.

Sem Thiago Ribeiro, o técnico Cuca terá de se decidir sobre quem será o parceiro de Wellington Paulista no ataque cruzeirense. Diante do Grêmio Prudente, em partida que Thiago Ribeiro cumpria suspensão por três cartões amarelos, o treinador optou por escalar Robert como titular. Naquela partida, a equipe celeste não conseguiu superar a marcação adversária e as equipes empataram em 0 a 0.

Com necessidade de mudança também no meio-campo, Cuca disse que dará mais oportunidades ao meia-atacante Jones, que estreou na derrota para o Vitória.

“Não teremos o Fabrício e o Thiago e aí temos outras alternativas a trabalhar. O Jones, é aquele negócio, menino de 21 anos quando começa uma partida, você tem que se firmar no jogo para pegar confiança. Errou dois, três passes, perdeu a confiança no jogo e aí não conseguiu fazer o que fez em treino. E isso acontece, a gente tem de entender”, afirmou.

Cuca esclareceu que a substituição de Jones, que deu lugar a Roger no intervalo da partida contra o Vitória, foi para diminuir a pressão sobre o jogador. “No meio tempo, a inclusão do Roger e a saída dele foi até para preservar o próprio menino. Mas vai ter as outras oportunidades, porque se trata de um bom jogador”, explicou o treinador.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host