UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
23/08/2010 - 09h59

Renato Gaúcho reúne grupo do Grêmio por 90 minutos antes de treinamento

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre

Para resolver os problemas do Grêmio, Renato Gaúcho está apostando na conversa. Pelo menos foi a opção do treinados na retomada dos treinamentos nesta segunda-feira. Depois de perder para o Ceará, o Grêmio foi ultrapassado pelo Atlético-PR e voltou para a zona do rebaixamento. O treinador aguarda o departamento médico para saber quais opções terá visando o duelo de quarta-feira, contra o Santos.

Renato Gaúcho não escondeu a conversa com os atletas, mas impossibilitou que ela fosse fotografada. Segundo a assessoria de imprensa do clube, o treinador não admite que sejam feitas imagens de reuniões e palestras.

Das 8h30, às 10h o técnico gesticulou, apontou para o campo, mostrou como queria o time e esbravejou. Inquieto, Renato não sentou ou ficou parado em nenhum momento da conversa. Ao contrário do que acontecia com Silas, os jogadores não tiveram a palavra, somente o comandante se manifestou.

Tantas orientações servirão para resolver os problemas do time, que perdeu dois dos três jogos com o novo treinador. De volta à zona do rebaixamento, vencer o Santos virou uma obrigação.

O departamento médico deve liberar Hugo, Adílson, Fábio Rochemback e Leandro para a partida. Assim, não está descartada uma mudança no time tricolor.

Grêmio e Santos se enfrentam na quarta-feira, às 22h, no Olímpico. O jogo marca a reedição da semifinal da Copa do Brasil. Na ocasião, o Grêmio venceu em Porto Alegre e perdeu em São Paulo, por isso foi eliminado.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host