UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
Folha Imagem

Adilson exalta surpresa apresentada no clássico com J. Henrique preso na direita

24/08/2010 - 12h25

Adilson usa lições da fase no Cruzeiro e testa Corinthians com três na zaga

Bruno Thadeu
Em São Paulo

A estratégia de esconder a formação à véspera do jogo para surpreender o rival foi vista por Adilson Batista como um dos trunfos na vitória sobre o São Paulo, 3 a 0, domingo. A receita foi mantida nesta terça-feira, no Parque São Jorge. O técnico vetou a presença da imprensa, mas admitiu que treinou o time no sistema 3-5-2.

RONALDO ESTÁ MAIS LEVE, DIZ AMIGO

  • FI

    Satisfeito com o desempenho do camisa 9 nos treinos, Adilson fará teste definitivo com Ronaldo na sexta, em jogo-treino com os juniores do clube, no Parque São Jorge. Amigo de Ronaldo, Paulo André relata que o atacante perdeu peso.

Chicão, Paulo André e Thiago Heleno formaram a retaguarda alvinegra na atividade desta terça. Apesar do teste com três zagueiros, a equipe paulista será diante do Cruzeiro nesta quarta, às 22 horas, em Uberlândia, praticamente a mesma que derrotou o São Paulo, com dois zagueiros. Lesionado, William será substituído por Paulo André.

“A gente treinou com as duas formações. Uma com três zagueiros e outra com dois zagueiros. O Adilson varia muito, criando todas as situações de jogo. Isso é importante. Mas acredito que começo com o Chicão. Vamos esperar o posicionamento do treinador”, relatou Paulo André.

Para o jogo em Uberlândia, Adilson pretende usar os ensinamentos da fase em que comandou o time mineiro para montar o Corinthians. O adversário tem como característica explorar jogadas em velocidade, com toques rápidos, explorando o setor direito, analisa o treinador.

“Sempre facilita quando você conhece os jogadores do outro lado. Recebi informações do Cruzeiro, vi os teipes de dois jogos deles nesta semana. Isso ajuda. Mas por outro lado eles me conhecem, sabem como eu trabalho”, conta

Na vitória contra o São Paulo, Adilson utilizou Jorge Henrique aberto pela ponta direita, dificultando os avanços de Junior Cesar. Adilson argumenta que o plano, ensaiado em treino secreto, foi certeiro. Diante do Cruzeiro, novas estratégias podem ocorrer, acena o técnico.

“Vocês lembram quando eu disse que poderia haver uns deslocamentos contra o São Paulo. Deu certo. Pode ser que haja alguma coisa novamente”.

O Corinthians enfrentará o Cruzeiro com Julio Cesar; Alessandro, Paulo André, Chicão e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Bruno César; Iarley e Jorge Henrique.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host