UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
24/08/2010 - 07h05

Grêmio muda discurso e admite jogar para evitar rebaixamento

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre

No início do Campeonato Brasileiro a meta gremista era o título. Com a divisão de foco e algumas derrotas iniciais, a Libertadores virou meta. Na escala descendente, o time está mudando o foco mais uma vez. Agora, o assunto é evitar o rebaixamento e isso já é considerado o principal objetivo gremista no Brasileirão.

Time grande e referendado pela semifinal da Copa do Brasil, onde dois duelos memoráveis contra o Santos acabaram eliminando o Grêmio da competição, o time de Porto Alegre acreditava que seria possível lutar pelo terceiro título nacional. Porém, o início ruim do certame começou a mudar as coisas.

No momento em que o campeonato parou para a disputa da Copa do Mundo, o Grêmio já havia descido um degrau em seus objetivos e falava na possibilidade de disputar a Libertadores de 2011.

Com um reinício de disputa ainda menos motivante e a queda para a zona do rebaixamento, o Grêmio admite: joga para não cair.

"Temos que trabalhar com esta hipótese. Não adianta falar em Libertadores entre os quatro últimos da classificação. Temos que trabalhar nessa pressão para sair da situação ruim em que nos encontramos. Por outro lado, estamos oito pontos abaixo do G4, não é tão distante assim. O quanto antes reagirmos será melhor para subir na tabela", disse o lateral Fábio Santos.

A vitória contra o Goiás havia tirado o Grêmio da zona de rebaixamento, porém, a derrota para o Ceará recolocou o time tricolor entre os quatro últimos colocados.

"Cada um tem sua opinião, eu acho que futebol é momento. Da mesma maneira que o Grêmio fez um maravilhoso primeiro semestre, as coisas não estão bem no segundo. Temos condições de melhorar. A partir do momento que voltarmos a vencer, tudo vai mudar", acredita Rafael Marques.

A primeira oportunidade para a reversão do quadro é exatamente contra o principal algoz de 2010: o Santos. O jogo desta quarta-feira, às 22h, no Olímpico é visto como fundamental na possibilidade de recuperação gremista.

"O Santos se modificou um pouco, mas sabemos dos pontos fortes e fracos deles. Podemos aproveitar este conhecimento. Será um jogo de detalhes, temos que estar concentrados do início ao fim. A vitória é muito importante para nós", afirmou Rafael Marques.

Renato Gaúcho ainda comandará um treinamento antes do duelo, mas deve mudar a formação gremista. Em vez do 3-6-1, o 4-4-2 será utilizado com Souza na lateral-direita, Fábio Rochemback e Fernando como novidades no meio e Borges de volta ao ataque.

 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host