UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
Folha Imagem

Danilo e Tcheco não foram relacionados para a partida contra o Cruzeiro, nesta 4ª

25/08/2010 - 07h00

Apostas de Mano Menezes, Tcheco e Danilo 'desaparecem' na era Adilson

Bruno Thadeu
Em São Paulo

Tcheco e Danilo chegaram ao Corinthians no início do ano avalizados por Mano Menezes, que apostava na experiência de ambos para a disputa da Copa Libertadores. O plano alvinegro no torneio das Américas ficou pelo caminho, e a dupla de meio-campistas, que já era vista com desconfiança no Parque São Jorge, perdeu espaço sob o comando de Adilson Batista.

Tcheco e Danilo sequer foram relacionados para a partida do Corinthians diante do Cruzeiro, nesta quarta-feira, às 22 horas, em Uberlândia, pelo Nacional. O argentino Matias Defederico complementa a lista de descartados para o jogo em Minas.

Pouco aproveitados no Campeonato Brasileiro, Tcheco e Danilo apresentam médias inferiores a de jogadores que teoricamente executam funções defensivas, caso de Elias, que se reveza como marcador e definidor no atual sistema tático corintiano.

A média de finalizações por jogo de Danilo e Tcheco não chega a chute por gol. Elias tem média de 1,7 finalização e soma três gols neste Brasileiro.

Com Adilson, Danilo não iniciou como titular. Ele disputou duas partidas, totalizando apenas 10 minutos. Tcheco ainda não atuou após a saída de Mano Menezes.

Adilson minimiza as ausências de Danilo, Tcheco e Defederico na lista de relacionados para esta quarta-feira e avisa que todos terão espaço no Corinthians para o Brasileiro. O treinador enfatiza que o torneio requer elenco numeroso em meio a excesso de cartões e lesões.

"Todo mundo está aqui para ajudar. No momento em que eu achar que este e aquele jogador merecem uma oportunidade, eles vão jogar. Já relacionei o Tcheco, já usei o Danilo e já dei oportunidades para o Defederico”, explicou Adilson.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host