UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
25/08/2010 - 07h01

Dorival espera reedição de 'jogo do ano' em duelo contra Grêmio no Olímpico

João Henrique Marques
Em Santos (SP)

GRÊMIO 4 x 3 SANTOS - 12/05/2010

  • Neco Varella / Freelancer

    Foi um jogo alucinante. Com um segundo tempo quase impecável, o Grêmio venceu o Santos por 4 a 3 no Olímpico, na primeira partida da semifinal da Copa do Brasil, com direito a três gols de Borges. O alvinegro, porém, ficou com a vaga na decisão após vencer o jogo de volta por 3 a 1, na Vila.

No duelo entre Grêmio e Santos, nesta quarta-feira, às 22h, no Olímpico, Dorival Júnior aguarda pela reedição da bela partida apresentada pelas equipes no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil, em Porto Alegre. O jogo terminou 4 a 3 para a equipe gaúcha, e lições foram adquiridas pelo treinador alvinegro.

Na ocasião, o Santos vencia a partida por 2 a 0 no intervalo, mas sofreu quatro gols em menos de 20 minutos. A incrível virada gremista foi bem contornada após o terceiro gol santista, além da vitória por 3 a 1, no jogo da volta, na Vila. No entanto, o duelo no Sul deixou marcas no clube.

“Trouxe bons ensinamentos. Tivemos uma desatenção e espero não repetirmos os mesmos erros. Para mim foi a melhor partida do ano, com as duas equipes buscando sempre o gol. Tomara que isso se repita”, comentou Dorival.

Sem explicitar, o treinador elegeu o volante Rodrigo Mancha como o responsável pela derrota no Olímpico –Mancha falhou nos dois primeiros gols gremistas -. Tanto que o jogador foi afastado pelo técnico, e emprestado ao Grêmio Prudente pouco depois.

 

A precaução defensiva no segundo tempo da partida foi vista como errada pelo treinador. Desta forma, a tendência é pela escalação de uma equipe com dois meias, Marquinhos e Paulo Henrique Ganso, e dois atacantes, Zé Eduardo e Neymar.

“O exemplo do jogo (4 a 3 para o Grêmio) foi marcante. Espero que tenha ficado alguns sinais para nos lembrarmos em momentos importantes”, destacou o técnico.

Apesar da expectativa de um grande jogo, a situação vivida pelas equipes em nada se assemelha com a apresentada na época do confronto semifinal da Copa do Brasil. O Grêmio por estar na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e o Santos por poder contar com Neymar, de fora do primeiro jogo cumprindo suspensão automática.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host