UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
25/08/2010 - 22h05

Imprensa, jogadores e dirigentes são alvos de Leão após derrota para o Flu

Do UOL Esporte
Em São Paulo


Depois de mais uma derrota do Goiás no Serra Dourada (a quarta em oito jogos), desta vez para o líder Fluminense, por incontestáveis 3 a 0, o técnico Emerson Leão não poupou alvos para sua língua afiada. Da diretoria aos jogadores, passando principalmente pela imprensa e pelo seu setor ofensivo, Leão mostrou o tradicional mau-humor na coletiva após o jogo desta quarta-feira.

Logo na primeira resposta, criticou a postura dos jornalistas e mostrou que não estava de bom humor. “Não adianta fazer perguntinha sem graça porque essa é a nossa realidade. Não é gostoso você chegar aqui e ter que ouvir gracinha aqui não. Não é gostoso. Temos que ter o bom senso para responder com bom senso e propriedade e não contar mentira”, respondeu Leão.

Depois, deixou claro que o Fluminense mereceu vencer o jogo, mas que o setor ofensivo poderia ter mudado o panorama da partida ainda no primeiro tempo: “Tem que reconhecer quando você tem uma superioridade de um adversário e não pode perder nenhuma oportunidade, nenhuma chance. No primeiro tempo tivemos eis oportunidades em seguida e não fizemos nenhuma. O adversário é mais qualificado não perdeu as chances que teve no segundo tempo”.

Leão negou que a crise política vivida pelo clube possa influenciar negativamente o time dentro de campo: “Todo dia eu respondo a mesma pergunta. O que acontece fora do campo não fazia que eu, quando atleta, não defendesse a bola. Nada disso me desconcentra nem desconcentra o grupo”, garantiu, antes de criticar a situação do futebol goiano, que tem os últimos dois colocados da Série A e o lanterna da B. “Chega uma hora que não dá mais para inventar desculpa. A nossa realidade é essa. Do estado de Goiás é essa. Ou aprende a ter organização ou vai acontecer isso sempre”.

Por fim, o treinador vociferou contra alguns jogadores do grupo que, de acordo com a imprensa goiana, estão revelando descontentamento por não jogar: “Eu estou escutando a maior bobagem que já vi dentro do Goiás. Sem tem alguém insatisfeito porque nem para o banco vai é porque não mostrou capacidade. Se não tiver capacidade não vai e se quiser fica em casa também”, respondeu, elevando o tom de voz, antes de encerrar a coletiva.
 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host