UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
06/09/2010 - 09h03

Grêmio jamais esteve no G-4 e passou metade do turno entre os rebaixados

Marinho Saldanha
Em Porto Alegre

O Brasileirão 2010 está longe do que o Grêmio esperava. Passada a metade do campeonato, os números do time tricolor não são nada satisfatórios. A melhor posição obtida nas 19 rodadas disputadas foi o 10º lugar e em praticamente metade do certame o time esteve entre os quatro últimos.

No começo do campeonato, a desculpa era a divisão entre Brasileiro e Copa do Brasil. Porém, surpreendentemente, foi o momento em que esteve melhor. Mesmo conhecendo a zona do rebaixamento ao perder para o Palmeiras logo na terceira rodada, o Grêmio se recuperou rapidamente e ficou fora do descenso até a rodada número nove.

Neste espaço de tempo é que ocorreu o ápice no Campeonato, quando venceu duas partidas e empatou uma, acabando em 10º lugar. Mesmo assim, para um time que entrou na disputa falando em brigar pelo título e paga em dia altos salários aos atletas, o posto estava bastante distante da meta inicial.

BRASILEIRÃO LAMENTÁVEL

  • 9

    Rodadas no descenso

    Praticamente metade do 1º turno

  • 5

    Jogos fora da zona

    Melhor marca pelo Brasileirão

  • 10º

    Melhor posição

    O Grêmio não passou nem perto do G-4 nestas 19 rodadas de Brasileiro

Contando que foi encerrada a 19ª rodada, o Grêmio passou praticamente metade do primeiro turno na zona do rebaixamento. Foram nove jogos entre os quatro últimos na tabela. Se contarmos os momentos em que o time tricolor esteve perto do descenso totalizaria praticamente 75% do certame até agora. Assim, no mínimo em um quarto de Brasileirão 2010 o clube portoalegrense flertou com a Série B,.

A principal marca negativa culminou com a demissão de Silas. Os cinco jogos na zona do rebaixamento, entre a 9ª e a 13ª rodadas levaram o técnico a sair do clube e derrubaram também o chefe do departamento de futebol, Luiz Onofre Meira.

Se quiser brigar por algo maior no campeonato que ainda está em disputa, o Grêmio precisará evoluir muito na tabela. Mais três jogos fora do rebaixamento, por exemplo, já igualaria a melhor marca no certame, algo que poderia significar um primeiro passo na evolução do time. Isto porque o Grêmio saiu da zona do rebaixamento há duas rodadas e a melhor marca é cinco.

O primeiro jogo do segundo turno é, de certa forma, um confronto direto para o Grêmio. O embate com o Atlético-GO, quarta-feira, às 19h30, no Olímpico, vale 'fugir' da parte de baixo ta tabela. Os treinamentos para este duelo iniciam nesta segunda-feira à tarde. Renato Gaúcho deve contar com a volta de Douglas e Fábio Rochemback, provavelmente, ficará fora.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host