UOL Esporte Brasileirão - Série A
 
06/09/2010 - 20h30

Longa conversa e treino técnico marca a reapresentação do Botafogo

Pedro Ponzoni
No Rio de Janeiro

O Botafogo realizou nesta segunda-feira, em General Severiano, sua primeira atividade após o empate (2 a 2) com o Grêmio, sábado, no Engenhão, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. A maneira como o resultado ocorreu acabou provocando uma longa reunião antes dos trabalhos e um trabalho específico de finalizações.

Joel Santana explicou que não pretendia realizar esse papo com os jogadores. No entanto, mudou de ideia porque não gostou da forma como sua equipe se comportou na última partida e passou algumas recomendações. O gerente de futebol do clube, Anderson Barros, também esteve no vestiário, mas o assunto era outro. A conversa durou cerca de meia hora.

“Não pretendia fazer essa reunião, porém, precisei fazer porque não gostei do resultado. Contra o Palmeiras, empatamos o jogo porque atuamos com muita luta. No último sábado foi diferente. Não podemos deixar o adversário igualar o marcador. Aconteceu a mesma coisa contra o Corinthians. Perdemos quatro pontos dessa maneira. O Anderson também esteve no vestiário, mas queria resolver um assunto interno”, disse Joel.

Na partida do último final de semana, o Botafogo deixou a vitória escapar aos 40 minutos do segundo tempo. A outra partida mencionada por Joel ocorreu no último jogo antes da Copa do Mundo. Na oportunidade, o Corinthians empatou o jogo nos descontos.

O volante Marcelo Mattos minimizou a importância do encontro com Joel Santana. Ele lembrou que as conversas nas reapresentações são corriqueiras. De qualquer maneira, ele reconheceu que a vitória escapou por erros do Botafogo.

“Sempre ocorre uma conversa quando nos reapresentamos. Às vezes temos algum descuido e basicamente debatemos para tentar corrigir. O jogo contra o Grêmio, por exemplo, estava em nossas mãos, mas não vencemos por erros nossos”, disse.

Após o longo papo, os jogadores foram para o campo e realizaram alguns treinos técnicos. Em um deles, o grupo treinou finalizações de forma exaustiva. Joel Santana ressaltou que mesmo com dois jogos por semana, é possível realizar atividades deste tipo.

O técnico deixou a partida de sábado muito irritado com as chances de gol perdidas por sua equipe. Ele lembrou que o Botafogo teve algumas chances para sacramentar a vitória, mas isso não foi possível.

“É difícil realizar treinos deste tipo com jogos às quartas e domingos. Porém, isso é possível se diminuirmos um pouco o ritmo. Nos trabalhos de cruzamentos, por exemplo, reduzimos um pouco a velocidade. Estamos entre os melhores ataques, mas não podemos deixar de treinar. A precisão é fundamental”, explicou o técnico.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host