Topo

Esporte


Rogério Ceni se descontrola com pênalti e diz que São Paulo está uma b...

Do UOL Esporte

Em São Paulo

2013-10-05T22:06:37

05/10/2013 22h06

O goleiro Rogério Ceni perdeu o controle no fim do primeiro tempo do duelo entre São Paulo e Vitória deste sábado à noite. Depois de reclamar com o juiz, o jogador foi para o vestiário do Morumbi no intervalo mostrando grande indignação pelo gol de pênalti de Juan aos 33min e até usou palavrão para comentar a atuação do time tricolor no triunfo sobre o rival baiano por 3 a 2

“Tá louco, vocês têm 200 câmeras e não conseguem ver que foi errado. Nós já estamos uma bosta e ainda vem esses caras que fazem isso ai...”, esbravejou o capitão ao ser perguntado do lance e sem responder a outras perguntas dos jornalistas.

O São Paulo abriu o placar logo aos 4min com gol de cabeça de Antônio Carlos. Mas depois o Vitória foi para cima até o atacante Dinei sofrer pênalti de Rogério, o que gerou muitas reclamações nos jogadores tricolores.

O lance ficou ainda mais polêmico devido ao fato de Juan ter escorregado no momento do chute. Depois de sofrer o gol, Rogério Ceni começou a reclamar no mesmo instante acusando dois toques do lateral-esquerdo do Vitória.

  • 12986
  • true
  • http://esporte.uol.com.br/enquetes/2013/10/05/rogerio-ceni-tem-razao-em-se-revoltar-com-o-gol-do-vitoria.js

“Não tem o que dizer, foi um lance muito rápido. Eu só senti que eu escorreguei e a bola entrou. Quando a vontade de Deus é essa a gente acerta até errando”, afirmou Juan.

O confronto deste sábado também marcou o retorno do técnico Ney Franco ao Morumbi. Xingado pelos torcedores, o treinador foi cumprimentado por quase todos os atletas do antigo time, com exceção de Rogério Ceni, seu antigo desafeto.  

Depois do apito final, o goleiro mostrou mais tranquilidade. Contente pelo triunfo são-paulino por 3 a 2, Ceni elogiou a evolução da equipe no segundo tempo, mas ainda assim voltou a reclamar do gol anotado por Juan.

“Melhorou, marcamos mais em cima e tivemos a chance de fazer o gol. Mas o que aconteceu não dá. Foi um lance claríssimo, uma inversão da jogada, ele não pode dar dois toques na cobrança. Foi um lance fácil, a trajetória da bola muda. Já estamos em uma situação difícil e ainda fazem isso”, afirmou o camisa 1.

Mais Esporte