Paulo Baier brilha no clássico, Atlético-PR vence Coritiba e assume 3º lugar

Do UOL, em São Paulo

  • GERALDO BUBNIAK/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

    Paulo Baier comemora um dos gols do Atlético-PR no clássico contra o Coritiba

    Paulo Baier comemora um dos gols do Atlético-PR no clássico contra o Coritiba

Paulo Baier mais uma vez fez a diferença. Com dois gols, o experiente jogador de 38 anos comandou a reação do Atlético-PR, que após sair perdendo o clássico virou a partida e venceu o Coritiba por 2 a 1, em duelo disputado na tarde deste domingo na Vila Capanema, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Atlético-PR vai a 44 pontos, ultrapassa o Botafogo – que foi derrotado pelo Grêmio no último sábado – e assume o terceiro lugar da tabela. Já o Coritiba estaciona nos 31 e fica a apenas dois da zona de rebaixamento.

Sem Alex, vetado de última hora pelo departamento médico, foi Julio César quem começou a partida chamando a responsabilidade. E foi dele a primeira boa chance criada pelo Coritiba. O camisa 11 soltou uma bomba de fora da área e exigiu boa defesa de Wéverton, aos 24min.

Seis minutos depois, em mais um duelo entre Júlio César e Wéverton, o atacante levou a melhor. Foi de pênalti, marcado após falta de Léo em cima de Robinho, lance que gerou revolta por parte dos rubro-negros. Na cobrança, o camisa 11 bateu forte e abriu o placar.

O gol fez o Atlético-PR enfim acordar na partida. Principalmente Paulo Baier. O camisa 30 deixou tudo igual após completar de canela bola mal afastada pelo Coritiba dentro da área, e depois virou o jogo com um lindo gol de falta, deixando a Vila Capanema totalmente em festa.

"A gente sabe que é difícil virar um resultado em casa. É importante, vamos manter para ampliar", disse Paulo Baier na saída para o intervalo. Antes do reinício da partida, confusão nas arquibancadas da Vila Capanema, entre os próprios torcedores do Atlético-PR.

A polícia precisou intervir com balas de borracha, e Sandro Meira Ricci teve de retardar o início do segundo tempo, já que o alambrado ficou com uma parte solta e colocou a segurança do jogo em risco. Alguns minutos depois, com autorização da polícia, a bola voltou a rolar.

E não demorou para a situação complicar ainda mais para o Coritiba. Sergio Escudero foi expulso após cometer falta em Marcelo e receber o segundo amarelo e deixou sua equipe com um jogador a menos. Mesmo assim, até chegou a assustar, mas não conseguiu evitar o revés.

ATLÉTICO-PR 2 X 1 CORITIBA

Data: 06/10/2013
Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa/PE)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Cartões amarelos: Paulo Baier, Bruno Silva (CAP); Gil, Geraldo, Uelliton, Chico, Sergio Escudero (COR)
Cartão vermelho: Sergio Escudero (COR)
Gols: Julio César, aos 30min, Paulo Baier, aos 42min e aos 45min do primeiro tempo

ATLÉTICO-PR
Wéverton, Léo, Manoel, Dráusio e Maranhão (Zezinho); Bruno Silva (Deivid), João Paulo, Éverton (Douglas Coutinho) e Paulo Baier; Marcelo e Éderson
Técnico:Vágner Mancini

CORITIBA
Vanderlei, Victor Ferraz (Vitor Junior), Luccas Claro, Chico e Sergio Escudero; Uelliton, Gil, Lincoln (Diogo Goiano) e Robinho; Julio Cesar (Bill) e Geraldo
Técnico: Péricles Chamusca

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos