Atlético-PR toma 2 a 0, mas busca heroico empate e amplia crise do Vitória

Do UOL, em São Paulo

O Vitória caminhava com certa tranquilidade para vencer sua primeira partida no Brasileiro. Ganhava por 2 a 0 até aos 33min do segundo tempo e era pouco ameaçado. No entanto, o Atlético-PR conseguiu uma incrível reação, arrancou um heroico empate por 2 a 2, em pleno Pituaçu, e ampliou a crise do time baiano.

Aliás, o técnico Ney Franco fica com seu cargo ameaçado. Nas últimas duas semanas, o clube acumulou decepções. Perdeu o título do estadual, foi derrotado na estreia da Série A e ainda acabou sendo precocemente eliminado na primeira fase da Copa do Brasil. Com isso, soma apenas um ponto. Já os paranaenses chegam aos quatro.

Diante das recentes decepções, o time baiano precisava reagir. E conseguiu. O rival Atlético-PR até começou melhor, mas foi o Vitória quem abriu o marcador. Aos 11min, o zagueiro atleticano Cléberson saiu jogando errado. Caio tomou a bola e sofreu pênalti. No entanto, o árbitro deu vantagem, e a bola sobrou para Dinei mandar para o fundo das redes.

Restava saber qual seria o comportamento dos visitantes. Até exigiu uma boa defesa de Wilson. A diferença é que o Vitória sabia aproveitar suas oportunidades. Aos 36min, José Welison pegou de sem-pulo e anotou um golaço. 2 a 0. "Time teve algumas falhas, vamos tentar corrigir", desabafou o atacante atleticano Marcelo.

A equipe paranaense não tinha alternativa. Precisava se mandar para o ataque. Diante disso, a partida ficou até certo ponto aberta. O Atlético-PR tinha posse de bola. Porém, faltava inspiração ofensiva. Quase não assustava o goleiro Wilson. A derrota parecia certa.

Mas a equipe atleticana iniciou uma incrível reação no Pituaçu. Aos 33min, Mosquito aproveitou belo cruzamento de Natael e diminuiu. A partir daí, mandou-se para frente. E deu certo. Apenas quatro minutos mais tarde, Marcelo acertou uma boma e igualou o marcador. Ao final, a torcida baiana não poupou e vaiou sua equipe.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA X ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 27/04/2014 (domingo)
Horário: 16h
Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES)
Cartões amarelos: Dráusio (Atlético-PR); Dão (Vitória)
Gols: Dinei, aos 11min, e José Welison, aos 36min do primeiro tempo; Mosquito, aos 33min, e Marcelo, aos 37min do segundo tempo

VITÓRIA
Wilson; Nino Paraíba, Luiz Gustavo, Dão e Euller (Danilo Tarracha); Marcelo, José Welison, Cáceres e Caio (Mauri); Vinícius (William Henrique) e Dinei.
Técnico: Ney Franco

ATLÉTICO-PR
Santos; Sueliton, Dráusio, Cleberson e Natanael; Deivid, Paulinho Dias, João Paulo (Felipe) e Marcos Guilherme (Douglas Coutinho); Marcelo e Éderson (Mosquito)
Técnico: Miguel Ángel Portugal

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos