Em estreia do Itaquerão, Corinthians e Figueirense tentam melhorar ataque

Do UOL, em São Paulo

Para um, é um dos jogos mais importante de sua centenária história. Para o outro, é a chance de fazer seus primeiros pontos após quatro derrotas no campeonato. Apesar das situações distintas, os dois têm uma coisa em comum além do uniforme alvinegro.  

Na inauguração oficial do Itaquerão, Corinthians e Figueirense se enfrentam neste domingo às 16h e vão tentar superar a fragilidade de seus ataques.

O clube catarinense, que segura a lanterninha do torneio, não marcou nem sequer um gol até hoje e já tomou oito. Os paulistas, que balançaram as redes apenas quatro vezes até aqui, estão na lista dos piores ataques entre os líderes da competição.

Durante a semana que antecedeu o confronto, o técnico Mano Menezes virou alvo de críticas por um alegado espírito defensivo, que ficou aflorado após o empate contra o São Paulo no domingo passado, quando o Corinthians fez um gol e passou o resto do tempo se defendendo.

"Eu gosto de gol assim como vocês, assim como qualquer torcedor", disse Mano a jornalistas na última terça-feira. "Mas como comandante, você tem que assumir a responsabilidade da equipe como um todo."

O trunfo de Mano é que, se o time que ele montou faz poucos gols, também não sofre muitos: sua defesa foi vazada apenas uma vez no Brasileiro, exatamente no clássico com o São Paulo.

A comissão técnica, explicou ele, precisou dar um passo atrás e consertar seu sistema defensivo após a experiência traumática do último Campeonato Paulista, quando o Corinthians foi eliminado ainda na fase de grupos.

Agora, com as bases lá atrás assentadas, o treinador pretende afinar o seu ataque, que deve funcionar como uma orquestra guiada também pela nova batuta do volante Elias, elogiado por Mano por suas características também ofensivas.

Mas Elias só estreará oficialmente depois da Copa do Mundo, quando reabrem as inscrições do Brasileiro.

Antes do jogo de hoje, a pergunta mais respondida pelos jogadores nos treinos no Itaquerão foi sobre quem fará o primeiro gol do novo estádio. Todos adotaram um discurso de grupo que seguiu a linha: "Tanto faz, o importante é que seja do Corinthians."

"Se for do [goleiro] Cássio, nos 45 do segundo tempo, e nos dê a vitória, vai ser ótimo", afirmou o atacante Paolo Guerrero.

Todos os cerca de 40 mil ingressos foram vendidos. As arquibancadas provisórias, que aumentam a capacidade do estádio para 68 mil pessoas, não serão utilizadas.

 

Ficha Técnica: Corinthians x Figueirense

Local: Itaquerão, em São Paulo (SP)
Data: 18 de maio de 2014, domingo
Horário: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Adson Marcio Lopes Leal (BA)

Corinthians: Cássio, Fagner, Cleber, Gil e Fábio Santos; Ralf, Guilherme, Renato Augusto e Jadson; Romarinho e Guerrero.
Técnico: Mano Menezes

Figueirense: Tiago Volpi; Leandro Silva, Marquinhos, Thiago Heleno e Guilherme Lazaroni; Paulo Roberto, Luan (Nem), Rivaldo e Giovanni Augusto; Everton Santos e Ricardo Bueno
Técnico: Guto Ferreira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos