Santos bate inofensivo Palmeiras na estreia de Gareca e encosta no G-4

Do UOL, em São Paulo

Não foi boa a estreia de Ricardo Gareca. O argentino viu sua equipe jogar muito mal e ser derrotada pelo Santos por 2 a 0 na Vila Belmiro na noite desta quinta-feira, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Bruno Uvini e Alison. Os donos da casa encostam ao G-4 e até gritaram olé nos últimos minutos. 

A partida mostrou que o treinador palmeirense trabalhou bastante na formação da proteção na zaga, na intermediária, mas que precisará de muito treinamento para ver o sistema ofensivo evoluir, além de um meia-armador que jogue mais do que inoperante Bruno César. Já Oswaldo de Oliveira priorizou as saídas em velocidade, especialmente com Arouca, e não viu sua equipe falhar muito apesar dos desfalques na zaga.

O Palmeiras estaciona com 13 pontos e chega ao 4º jogo sem vencer, na 12ª colocação. Na próxima rodada, o desafio é com o Cruzeiro, no Pacaembu, às 16h de domingo. Já o time da Vila Belmiro acumula a terceira vitória seguida e vai para o 5º lugar, com 17 pontos, mesmo número do Sport. O próximo compromisso é contra o Fluminense, em Volta Redonda, às 18h30, de domingo.

O Santos dominou a posse de bola durante todo o primeiro tempo. A equipe dona da casa, no entanto, teve muita dificuldade em furar as duas linhas de quatro formadas pelo técnico argentino Ricardo Gareca. O jeito santista de abrir o placar foi na cobrança de falta. Lucas Lima cruzou e achou Bruno Uvini sozinho dentro da pequena área. O zagueiro desviou e viu a bola passar por cima de Fábio.

Diogo e Leandro também faziam parte da recomposição e ajudavam no combate, além de serem as únicas vias de escape, especialmente pela péssima atuação de Bruno César, que era inoperante. Parecia dormindo em campo. O problema é que os dois atacantes não mostraram que estão com a mira em dia. Pelo contrário. De todas as tentativas, só uma fez Aranha trabalhar.

Na etapa final, o Palmeiras seguiu com o mesmo problema. O time precisava buscar o gol de empate, mas não conseguia nada na criação. Depois de um bom primeiro tempo, Wesley sumiu em campo, e a má atuação de Bruno César persistia. Marcelo Oliveira até chegou a empatar a partida, mas teve seu gol anulado por impedimento duvidoso.

Para melhorar, Gareca colocou Mendieta e Erik, das categorias de base, nos lugares de Josimar e Bruno César. Nem deu tempo de ver o efeito da troca. Exposto ao buscar o primeiro gol, o time perdeu sua única virtude, que era a força na intermediária. O Santos conseguiu penetrar e garantiu a vitória com um gol de Alison.

Erik até assustou com uma boa jogada pela direita, mas parou em Aranha. O último respiro de Gareca em busca de um gol foi a saída de Leandro, outro sumido dentro de campo, pela entrada de Juninho, outro atleta da base. Mas o garoto pouco pôde fazer. Ele só ouviu o "olé" da torcida santista nos últimos minutos. 

 

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 0 PALMEIRAS

Data: 17/07/2014, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Público: 11.774 pessoas
Renda: R$ 205.310,00
Árbitro: Raphael Claus - SP (ASP-FIFA)
Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo - SP (ASP-FIFA) e Marcio Luiz Augusto - SP (ESP-2)
Cartões amarelos: Gabriel (SAN) Wellington, Marcelo Oliveira e Wesley (PAL)
Gol: Bruno Uvini (SAN), aos 24 minutos do 1º T e Alison (SAN), aos 23 minutos do 2º T

SANTOS: Aranha; Victor Ferraz (Zé Carlos), David Braz, Bruno Uvini (Paulo Ricardo), Eugênio Mena; Alison, Arouca (Souza) e Lucas Lima ; Geuvânio, Gabriel e Rildo.
Técnico: Oswaldo de Oliveira

PALMEIRAS: Fábio; Wendel, Tobio, Wellington e Marcelo Oliveira; Renato, Josimar (Mendieta), Wesley e Bruno César (Erik); Leandro (Eduardo Júnior) e Diogo
Técnico: Ricardo Gareca

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos