Grêmio demite Enderson Moreira após derrota para o Coritiba

Do UOL, em Porto Alegre

Enderson Moreira não é mais técnico do Grêmio. O treinador foi demitido após a derrota para o Coritiba, neste domingo. Ele se manifestou após o jogo e confirmou a saída. Tite é o mais cotado para assumir o posto.

"A gente lamenta muito a derrota de hoje. Em conversa com a direção, chegamos a um consenso que o melhor era encerrar o trabalho. Tentamos fazer o melhor, mas não funcionou da maneira que todos esperavam. Eu lamento muito. Agradeço e peço desculpas a torcida pelo que não houve da maneira que eles merecem. Agradeço a direção pela forma correta e a maneira decente e profissional que fui tratado aqui", disse o técnico em pronunciamento.

O Grêmio ficou com 19 pontos, em 10º no Brasileirão, após perder para o Coritiba por 3 a 2 neste domingo. O time tricolor, ainda, havia perdido o Gauchão com goleada para o Internacional e sido eliminado da Libertadores no primeiro semestre.

"Tantos anos na presidência do Grêmio, vivo hoje um momento inédito. Nunca vi um momento em que sai o treinador e que nós estabelecemos uma relação em meses de admiração e respeito recíprocos, eu não vivi e não vi uma situação de rompimento de relação profissional como esta. Com dignidade, respeito recíproco de um excelente profissional com o clube, que desempenhou seu trabalho com dedicação e responsabilidade, respeito ao clube e do elenco. Não era uma tarefa fácil, o Enderson sabia disso. Tivemos momentos exitosos e outros nem tanto. Os resultados não corresponderam o que o jogo mostrou. O Grêmio busca um título. A eliminação na Libertadores foi um acidente, nos pênaltis, e o Grêmio saiu de campo vaiado. O Cruzeiro não ganhou do San Lorenzo, e saiu aplaudido. Nós ganhamos. É um rompimento profissional, mas não é um rompimento de relação que se estabeleceu de respeito recíproco", disse o presidente Fábio Koff.

Em 6 meses e 23 dias de Grêmio, Enderson Moreira comandou a equipe em 36 jogos oficiais com 19 vitórias 10 empates e 7 derrotas, que gera aproveitamento de 62,03%.

Com Enderson no comando, o time gaúcho passou em primeiro pelo grupo chamado 'da morte' na Libertadores, mas caiu nas oitavas de final, nos pênaltis, para o San Lorenzo. Contudo, uma derrota por goleada para o Inter, por 4 a 1, na final do Campeonato Gaúcho, pesou muito para o mau relacionamento com a torcida.

Tanto que os aficionados xingaram muito o comandante gremista durante a partida deste domingo. Após o jogo, com a derrota confirmada, uma faixa chamando o treinador de 'arrogante e burro' foi exposta. Ela já estava pronta antes do jogo, planejando o infortúnio.

Tite é o mais cotado para assumir o Grêmio. O treinador pretende voltar ao mercado, é amigo pessoal do presidente Fábio Koff e aclamado pelos torcedores. Porém, como há eleição presidencial no Grêmio em outubro, o acerto precisa ser apenas até o fim da temporada.

"As eleições é um processo legítimo do clube. Não me diz respeito. A dificuldade é achar um profissional de alto nível. A relação nestes seis meses foi honesta. Não faltou trabalho e determinação. Mas as coisas não aconteceram e foi uma decisão madura das duas partes. Foi melhor mudar. Talvez isso precisasse acontecer para que a equipe consiga colocar em campo o que é treinado durante a semana", afirmou o diretor executivo de futebol Rui Costa.

"Nosso perfil é de alguém que tenha capacidade de ter uma relação transparente com a direção. Alguém que trabalhe muito. Mas ainda não há um nome. Por enquanto, assume interinamente André Jardine", completou.

Fábio Koff ainda tem grande apreço por Felipão, que foi demitido da seleção brasileira. Ainda entre os apreciados estão Celso Roth, que atualmente é do Coritiba, GIlmar Dall Pozzo, que está sem clube e Critstóvão Borges, que comanda Fluminense.

"O ideal é ter um nome novo contra o Vitória. Não sabemos se isso poderá ser alcançado. Não será simples, não apenas pelo trabalho que temos, mas o Grêmio desenvolveu um respeito muito grande de todos. Quem ingressar no vestiário terá uma força para nos dar uma sequência no campeonato buscando o título", explicou Rui.

Os jogadores do Grêmio estão de folga nesta segunda-feira. Na terça, André Jardine, que atualmente é técnico da base, deve comandar a atividade na reapresentação dos jogadores. "Não podemos demorar muito porque esta demora pode levar uma série de coisas", finalizou o diretor.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos