STJD mantém perda de mando para Atlético e Cruzeiro, que cumprirão em 2015

Do UOL, em Belo Horizonte

Atlético-MG e Cruzeiro terão de cumprir perda de mando de campo de uma partida, no Brasileirão de 2015, por conta de confusão envolvendo torcedores dos rivais no clássico do segundo turno do torneio nacional, em setembro. Os dois clubes tiveram o recurso julgado na tarde desta terça-feira, pelo Pleno do STJD.

Em julgamento nesta terça-feira, o Pleno do STJD decidiu manter a punição imposta em outubro passado. Com isso, os dois rivais terão de pagar a perda de mando de campo no Brasileiro de 2015, mandando assim, seus primeiros jogos na competição em estádio com distância de 100km de Belo Horizonte.

Atlético e Cruzeiro foram julgados pelas confusões entre suas torcidas no clássico do segundo turno do Brasileirão no dia primeiro de outubro, quando foram punidos com um jogo de perda de mando de campo, além de multa de R$50 mil.

Na ocasião, os times conseguiram desqualificar a denúncia por arremesso de objetos, mas foram enquadrados por "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto".

Cruzeiro e o Atlético foram denunciados por infração dupla ao artigo 213, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto e o lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento esportivo.

A denúncia utilizou como prova a súmula do árbitro Marcelo de Lima Henrique, que paralisou o jogo aos 41 minutos da primeira etapa alegando que "ouviu estouros de artefatos explosivos" originários da divisão das duas torcidas e de que, segundo informações da Polícia Militar, teriam arremessado objetos uma contra a outra, além de nota divulgada pela Minas Arena, que citou aproximadamente 100 cadeiras quebradas.

Os dois clubes são reincidentes. Por causa de incidentes em clássico disputado no estádio Independência, pelo returno do Brasileirão do ano passado, o Cruzeiro foi punido coma perda de dois mandos de campo e o Atlético, com um, além de multas de R$ 40 e R$ 20 mil, respectivamente.

Naquela ocasião, houve briga entre duas torcidas do Cruzeiro, Pavilhão Independente e Máfia Azul. Por isso, o time celeste teve pena maior, já o Atlético foi punido com um jogo por ser mandante. No clássico pelo returno do Brasileirão deste ano, no Mineirão, quando o alvinegro mineiro venceu por 3 a 2, o atrito envolveu torcedores da Galoucura, do Atlético, visitante do dia, e da Pavilhão Independente. As duas organizadas e mais a Máfia Azul, por problemas registrados em outros pontos de Belo Horizonte, foram punidas pelo Ministério Público mineiro e estão suspensas de frequentar estádios de futebol em todo o país.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos