Atletiba fica no 2 a 2 e Coritiba acaba com os 100% do rival na Arena

Do UOL, em São Paulo

O Atlético-PR não tem mais 100% de aproveitamento na Arena da Baixada neste Campeonato Brasileiro. O responsável por acabar com a sequência de vitórias do time rubro-negro como mandante foi justamente seu maior rival, o Coritiba, que deu trabalho em jogo disputado na tarde deste domingo e conseguiu um empate de 2 a 2.

E além de perder os 100%, o Atlético-PR levou seus primeiros gols dentro de casa neste Brasileiro. Até então, a defesa do time rubro-negro ainda não havia sido vazada na Arena da Baixada.

O resultado acaba sendo ruim para os dois times. Enquanto o Atlético-PR chega só a 16 e perde a chance de reassumir a liderança do Campeonato Brasileiro, o Coritiba vai só a quatro e continua na zona de rebaixamento, na 18ª colocação.

ATLÉTICO-PR 2 X 2 CORITIBA

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR) 
Data: 21/06/2015 (domingo) 
Público: 26.773 pagantes 
Renda: R$ 964.125,00 
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA) 
Assistentes: Sidmar dos Santos Meurer e Victor Hugo Imazu dos Santos (ambos do PR) 
Cartões amarelos: Weverton e Kadu (Atlético-PR); Ruy, Leandro Silva e João Paulo (Coritiba) 
Cartões vermelhos: Wellington Paulista e Norberto (Coritiba)
Gols: Wellington Paulista, aos 18min, e Walter, aos 24min do primeiro tempo; Ruy, aos 31min, e Edigar Junio, aos 36min do segundo tempo

ATLÉTICO-PR
Weverton; Eduardo, Gustavo, Kadu e Natanael; Otávio, Hernani e Felipe (Giovanni); Douglas Coutinho (Dellatorre), Walter e Ytalo (Edigar Junio) 
Técnico: Milton Mendes

CORITIBA
Bruno; Norberto, Luccas Claro, Leandro Silva e Henrique; João Paulo, Cáceres (Hélder), Ruy (Lúcio Flávio), Esquerdinha (Rafhael Lucas) e Marcos Aurélio; Wellington Paulista 
Técnico: Ney Franco

FASES DO JOGO

  • Primeiro tempoBastante pegado e quase sem espaço dentro de campo, o clássico contou com poucas chances em seu início. Mas quando elas apareceram, os times não desperdiçaram. Primeiro, aos 19min. Marcos Aurélio recebeu pela esquerda, tentou o chute e acabou furando; na sorte, a bola bateu em sua outra perna e sobrou livre para Wellington Paulista, que deu um toque de categoria por cima de Weverton e abriu o placar. 1 a 0. Cinco minutos depois, foi a vez de o Atlético-PR contar com a sorte. Após cruzamento da direita, Ytalo finalizou errado e a bola ficou com Walter, que finalizou de primeira no canto e deixou tudo igual. 1 a 1. Fora isso, nada mais de muito construtivo na etapa inicial, a não ser uma cabeceada de Esquerdinha que pegou na trave, aos 28min, e um chute de primeira de Douglas Coutinho - após cruzamento - defendido por Bruno.
  • Segundo tempoO equilíbrio visto no primeiro tempo acabou depois do intervalo. O Atlético-PR voltou melhor e passou a tomar conta do jogo, apesar de não assustar tanto. Mas aos 31min, depois de belo passe de Marcos Aurélio, Ruy não desperdiçou e soltou a bomba de dentro da pequena área, sem chances para Weverton. A resposta do Atlético-PR, porém, não demorou. Edigar Junio aproveitou o vacilo de João Paulo dentro da área, roubou a bola e encheu o pé, deixando tudo igual e decretando o placar final do clássico.

DESTAQUES

  • Antes do apito inicialTorcedores de Atlético-PR e Coritiba participaram de uma briga no terminal de ônibus de Curitiba e quatro deles acabaram detidos depois de jogarem rojões, pedras e pedaços de madeira na Guarda Municipal.
  • Estreia alteradaAo contrário do que se esperava e foi treinado por Ney Franco, Lúcio Flávio começou a partida no banco de reservas, e não de titular. Esquerdinha, outro estreante, assumiu a posição no meio-campo.
  • De voltaFoi o primeiro Atletiba na Arena da Baixada depois da reforma do estádio para a Copa do Mundo.
  • PrejuízoWellington Paulista, por chutar a bola pra cima depois de ela ultrapassar a lateral, e Norberto, por parar o contra-ataque do Atlético-PR, acabaram expulsos no fim do jogo e assim desfalcam o Coritiba na próxima rodada.

Melhores

  • Marcos Aurélio, CoritibaFoi quem mais buscou jogo do lado do Coritiba. Ainda deu um lindo passe para Ruy marcar o segundo gol alviverde.
  • Edigar Junio, Atlético-PREntrou para decidir. Aproveitou bobeira de João Paulo e marcou um belo gol, garantindo o empate do Atlético-PR no clássico.

Piores

  • João Paulo, CoritibaVacilou quando não podia. 'Dormiu' dentro da área e permitiu que o Atlético-PR fizesse o gol de empate no clássico.
  • Douglas Coutinho, Atlético-PRPerdeu um gol incrível no segundo tempo (apesar da marcação de impedimento no lance) e cometeu muitos erros, tanto em passes como em tentativas de dribles. Saiu vaiado pela torcida.

Melhores notas

  • Atlético-PR
  • Coritiba
Avaliação
dos usuários
do Placar UOL
5
7,0
Felipe
5
8,0
Marcos Aurélio
 
2
7,0
Weverton
1
8,0
Wellington Paulista

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos