Léo Moura negocia saída dos EUA e pode reforçar o Vasco no Brasileiro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Gilvan de Souza / Site oficial do Flamengo

    Léo Moura teve despedida de ídolo no Flamengo no começo do ano

    Léo Moura teve despedida de ídolo no Flamengo no começo do ano

Após 10 anos de Flamengo, o lateral direito Léo Moura pode reforçar justamente o maior rival rubro-negro no Rio de Janeiro, o Vasco. O jogador negocia sua saída do Fort Lauderdale Strikers, dos Estados Unidos, e pode fechar com o time de São Januário nos próximos dias com a missão de ajudar a equipe a fugir da zona de rebaixamento.

O lateral direito estava muito próximo de acertar com o Coritiba, mas o Vasco entrou na disputa nos últimos dias e fez uma proposta que balançou o jogador. Pesou, sobretudo, a localização, já que Léo Moura nasceu em Niterói e morou grande parte de sua carreira no Rio de Janeiro, cidade em que defendeu os quatro principais clubes.

Léo Moura está no Brasil e definirá seu destino em reunião com o empresário Eduardo Uram nesta segunda-feira. O agente é quem tem discutido as propostas que o lateral recebeu após sua vontade de deixar os Estados Unidos ficou clara. Na semana passada, o jogador chegou a desmentir nas redes sociais uma negociação com o Fluminense e disse estar feliz no Strikers.

A situação com o Fort Lauderdale Strikers, no entanto, pode atrapalhar a negociação. Léo Moura chegou ao clube norte-americano no começo do ano e assinou um contrato de três anos com a tarefa de ser um dos principais jogadores do time que tem como um de seus acionistas o ex-atacante Ronaldo Fenômeno.

Aos 36 anos, Léo Moura acumula passagens pelo próprio Vasco, Flamengo, Fluminense, Botafogo, Palmeiras e Sporting de Braga, de Portugal. A melhor etapa na carreira, no entanto, foi mesmo no maior rival do Vasco, quando passou 10 anos na Gávea e virou ídolo rubro-negro.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos