Bronca de Luxa surte efeito e Cruzeiro vence com gol do estreante Marinho

Do UOL, em Belo Horizonte

O estádio não estava lotado, o time não fez um grande jogo e pouca coisa boa é possível tirar do duelo entre Cruzeiro e Atlético-PR. Mas valeu pelos três pontos. Depois da bronca que o técnico Vanderlei Luxemburgo deu nos jogadores cruzeirenses, a equipe entrou muito mais ligada em campo. Com o triunfo por 2 a 0, gols do uruguaio De Arrascaeta e do estreante Marinho, o Cruzeiro acabou com uma sequência de três derrotas consecutivas e fica ainda mais longe da zona do rebaixamento. Já o adversário rubro-negro segue sem conseguir voltar ao G4.

Ameaçado pelas equipes da parte de baixo da tabela e pressionado pela sequência ruim nas últimas rodadas, o Cruzeiro foi o dono do primeiro tempo. Ficou mais tempo com a bola, criou as melhores oportunidades e anulou o Atlético-PR, que adotou uma postura extremamente defensiva no Mineirão. O gol aos 40 minutos do primeiro, de De Arrascaeta, apenas colocou justiça no placar.

Veio o segundo tempo e o Cruzeiro continuou melhor. O goleiro Weverton seguia como o atleticano com mais destaque em campo, devido aos números de chutes da equipe celeste. Mas quem botou fogo na etapa final e ganhou a torcida foi o estreante Marinho. O atacante entrou aos 13 minutos e participou das principais jogadas ofensivas do Cruzeiro. E Marinho foi premiado com um gol, depois de bela jogada de De Arrascaeta.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO 2 X 0 ATLÉTICO-PR
Data:
04/07/2015 (sábado)
Horário: 21h (de Brasília)
Motivo: 11ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Público: 7.427 pagantes
Renda: R$ 232.378,65
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Bruno Raphael Pires (GO)
Cartões amarelos: Natanael e Giovani (CAP)
Cartão vermelho: Walter (CAP)
Gols: Arrascaeta aos 40 min do primeiro tempo; Marinho aos 27 min do segundo tempo

 

CRUZEIRO
Fábio; Mayke, Manoel, Bruno Rodrigo (Paulo André, aos 17 do 1º) e Fabrício; Willians, Henrique, Marquinhos (Marinho, aos 12 do 2º), De Arrascaeta e Marcos Vinícius (Charles, aos 20 do 2º); Joel.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

ATLÉTICO-PR    
Weverton; Eduardo (Mateus, aos 34 do 2º), Gustavo, Kadu e Natanael; Jadson, Otávio, Hernani (Giovani, aos 10 do 2º) e Marcos Guilherme; Nikão (Dellatorre, aos 30 do 2º) e Walter.
Técnico: Milton Mendes

Fases do jogo

  • 1º TempoApesar de ter um adversário que luta pelo G4, o Cruzeiro tomou conta de toda a primeira parte do jogo. Fábio não fez uma defesa sequer, enquanto Weverton evitou as boas tentativas de Joel e Paulo André. Mas o goleiro do Atlético-PR não conseguiu defender o chute do uruguaio De Arrascaeta, aos 40 minutos, depois de ótima jogada do lateral esquerdo Fabrício.
  • 2º TempoO Atlético-PR se abriu em busca do empate, mas continuou sem dar trabalho ao goleiro Fábio. Pelo contrário, o Cruzeiro levou muito mais perigo do que na etapa inicial. Aos 7 minutos um lance curioso, quando a equipe celeste acertou a trave duas vezes, em chutes de Marcos Vinícius e Henrique. Mas foi o estreante Marinho, de cabeça, aos 27 minutos, que confirmou o triunfo cruzeirense.

Destaques

  • Acabou a secaForam três partidas sem balançar as redes dos adversários, mais de 300 minutos sem gritar gol. De Arrascaeta colocou fim à seca com um belo arremate dentro da área do Atlético-PR. O gol foi o primeiro do uruguaio no Campeonato Brasileiro.
  • Jogo bonitoCom o resultado positivo e bem superior do que o adversário, os cruzeirenses passaram a arriscar jogadas de efeito. E conseguiram belos lances, especialmente com Marinho e De Arrascaeta.
  • Bola foraA Polícia Militar deteve 71 torcedores do Cruzeiro que estavam a caminho do Mineirão. Eles quebraram o ônibus que seguia para o estádio. Por causa do ato de vandalismo, todos perderam a partida com o Atlético-PR.
  • Sabia nãoO atacante Marinho estreou pelo Cruzeiro. O jogador apresentando nesta semana treinou e já foi para o banco de reservas. Entrou aos 13 minutos da etapa final e mostrou que tem estrela. Aos 27 minutos ele marcou de cabeça o primeiro gol com a camisa celeste.

Melhores

  • De Arrascaeta, CruzeiroGol e assistência. Além de muita participação na partida. O uruguaio fez uma boa partida e foi determinante na quarta vitória do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro.
  • Fabrício, CruzeiroO lateral esquerdo fez sua melhor partida desde que chegou ao Cruzeiro. Seguro na defesa e com ótimas subidas. Foi dele a jogada do gol que abriu o caminho para o triunfo celeste.

Piores

  • Eduardo, Atlético-PRO lateral direito do Atlético-PR sofreu com as investidas do Cruzeiro e os dois gols da equipe mineira saíram pelo setor direito da defesa paranaense.
  • Walter, Atlético-PRO atacante do Atlético-PR perdeu a cabeça com as firulas de Marinho e chutou o jogador do Cruzeiro. Recebeu o vermelho direto e com justiça.

Próximos Jogos - Cruzeiro

  1. Cruzeiro CRU
    Chapecoense CHA
  2. Cruzeiro CRU
    Ceará CEA
  3. Cruzeiro CRU
    Paraná Clube PAR
  4. América-MG AMG
    Cruzeiro CRU
  5. Atlético-PR CAP
    Cruzeiro CRU

Próximos Jogos - Atlético-PR

  1. Bahia BAH
    Atlético-PR CAP
  2. Atlético-PR CAP
    Botafogo BOT
  3. Atlético-PR CAP
    Bahia BAH
  4. Internacional INT
    Atlético-PR CAP
  5. Atlético-PR CAP
    Cruzeiro CRU

UOL Cursos Online

Todos os cursos