Topo

Esporte


Guerrero decide na estreia, Flamengo vence e joga crise para o Inter

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

2015-07-08T23:53:49

08/07/2015 23h53

Se Paolo Guerrero tinha pressa para ajudar o Flamengo, conseguiu o que queria. Nesta quarta-feira (8), o time carioca venceu o Internacional no Beira-Rio sob regência dele. Com um gol - irregular pela posição de Canteros, e assistência para Everton, o peruano foi o nome de um jogo válido pela 12ª rodada do Brasileirão. O 2 a 1, Ernando descontou, alivia a equipe dirigida por Cristóvão Borges e joga a crise para o colo da equipe gaúcha.

Apresentado oficialmente pelo Flamengo na terça, Guerrero foi a melhor coisa no jogo por vezes sonolento. Além do gol e da assistência, o camisa nove mostrou disposição e acossou o Internacional. Os donos da casa, aliás, voltaram a fazer uma partida para lá de fraca. E olha que o compromisso era encarado originalmente como o teste final para o duelo com o Tigres-MEX.

Com o resultado, o Flamengo chega aos 13 pontos e sobe para a 13ª colocação. O Inter acumula a terceira derrota consecutiva, cai para o 16º lugar e entra em crise. Uma semana antes de voltar a disputar a Copa Libertadores, o rendimento é o pior do ano. E com várias lesões ainda desfalcando a equipe.

 

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 2 FLAMENGO

 

Data: 08/07/0215 (quarta-feira)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Público: 12.496 (10.937)
Renda: R$ 265.260,00
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio
Auxiliares: Fábio Pereira e Bruno Raphael Pires
Cartões amarelos: Geferson, Nico Freitas, Rafael Moura (INT); Jorge, Marcelo (FLA)
Gols: Guerrero, aos 10 minutos do primeiro tempo; Everton, aos 20 minutos do segundo tempo; Ernando, aos 47 minutos do segundo tempo.

INTERNACIONAL: Muriel; William, Alan Costa, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado (Nico Freitas), Wellington, D’Alessandro (Vitinho), Alisson Farias (Rafael Moura) e Valdívia; Lisandro López
Técnico: Diego Aguirre

FLAMENGO: César, Ayrton, Marcelo, Wallace e Jorge; Jonas, Cáceres (Márcio Aráujo), Canteros, Everton e Emerson Sheik; Guerrero
Técnico: Cristóvão Borges

Mais Esporte