'Eles vão jogar lá'. Fla reencontra Diego Souza e eterna polêmica de 1987

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Marcello Dias/Futura Press

    Diego Souza virou goleiro no empate entre Fla e Sport no 1º turno do Brasileirão

    Diego Souza virou goleiro no empate entre Fla e Sport no 1º turno do Brasileirão

A eterna polêmica sobre o campeão brasileiro de 1987 volta à cena neste domingo. O Flamengo visita o Sport a partir das 16h deste domingo, com um detalhe a mais para "apimentar" a discussão. O meia Diego Souza veste a camisa número 87 para lembrar a conquista nacional daquele ano e surge como a principal preocupação dos cariocas.

Dentro e fora de campo. Apesar de ser uma peça importante para o esquema do técnico Eduardo Baptista, são as declarações do jogador que chamam mais atenção. No jogo entre os clubes no primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o empate terminou com reclamações dos visitantes após o duelo no Maracanã, que terminou empatado em 2 a 2.

Diego Souza foi o porta-voz ao criticar possível falta de fair play na jogada que originou o gol de empate do Flamengo, já no fim. O camisa 87 do Sport era o goleiro na ocasião por causa de lesão de Magrão. O meia avisou que não respeitaria o chamado jogo limpo no duelo em Recife.

"Eles vão jogar lá" avisou. Diego Souza tratou de amenizar o discurso nesta semana, antes de reencontrar o Flamengo em campo.

"Isso é do jogo. Eu estava de cabeça quente e fomos prejudicados. A gente estava com um jogador a menos, um de linha no gol, jogamos uma bola para fora propositalmente (para atendimento médico de Élber) e não recebemos de volta. Aquilo já passou. Agora vamos em busca de mais uma vitória. Eu não provoquei a torcida do Flamengo. Eu fiz um gesto para a torcida do Sport. Não tenho nada contra eles. E nem a favor. Eu sei da responsabilidade que é jogar com esse número aqui. A minha história é aqui. Diego Souza e Sport", completou o camisa 87.

Além de Diego Souza, o Flamengo precisa se preocupar com Hernane. O Brocador reencontra seu ex-clube pela primeira vez. A temporada de sucesso na Gávea em 2013 serve como motivação para o atacante.

O retrospecto dentro de casa também serve como impulso para o time de Hernane e Diego Souza. O Sport está há quase um ano sem perder no Brasileirão em seus domínios. O último fracasso aconteceu em 22 de outubro de 2014 diante do Goiás (1 a 0) na rodada 30 do torneio. Neste ano, já foram dez partidas entre o estádio de São Lourenço da Mata, que foi sede da Copa do Mundo, e a Ilha do Retiro, com sete vitórias e três empates (aproveitamento de 80%).

O Flamengo é o terceiro melhor visitante do Brasileirão 2015. Só perde em pontuação para Corinthians e Atlético-MG. Ganhou quatro partidas e perdeu seis. Porém, leva desvantagem no retrospecto contra o Sport em Pernambuco. Foram 13 jogos pela competição entre 1971 e 2014.

SPORT x FLAMENGO

Data e hora: 30/08/2015 (domingo), às 16h (horário de Brasília)
Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata (PE)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Marcelo C. Van Gasse (SP) e Carlos Berkenbrock (SC)
Transmissão na TV: Globo, Band e Premiere

Sport
Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rodrigo Mancha, Rithely, Diego Souza e Marlone (Elber); Maikon Leite e Hernane (André)
Técnico: Eduardo Baptista

Flamengo
Paulo Victor; Pará, César Martins, Samir e Jorge; Canteros, Márcio Araújo, Everton e Alan Patrick; Emerson Sheik e Paulinho
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos