Gabriel Jesus brilha, Palmeiras derrota o Joinville e volta ao G-4

Do UOL, em São Paulo

A torcida do Palmeiras passou meses pedindo para que Gabriel Jesus tivesse mais chances no time. A cobrança não era em vão. O jovem atacante novamente foi decisivo para a vitória do time, desta vez no duelo contra o Joinville, neste domingo. O camisa 33 marcou dois gols no triunfo por 3 a 2, no Allianz Parque, pelo Brasileirão.

Jesus já havia se destacado com dois gols no meio de semana na vitória contra o Cruzeiro, 3 a 2, pela Copa do Brasil. Foi o segundo jogo consecutivo de Gabriel Jesus entre os titulares.

Com esse triunfo, o Palmeiras retornou ao G-4, com a quarta colocação, com 34 pontos.

Os destaques da partida deste domingo, aliás, vivem momentos distintos no futebol.

De um lado, a jovem promessa do time paulista: Gabriel Jesus, 18 anos, que abriu o marcador logo a 49 segundos. Do lado do Joinville, o consagrado Marcelinho Paraíba, 40 anos, que marcou duas vezes.

A grande atuação de Gabriel Jesus reparou falhas apresentadas pela defesa do Palmeiras. O segundo gol do Joinville ocorreu após falha clamorosa da defesa do Palmeiras. João Pedro deu chutão, mas a bola bateu em Zé Roberto, sobrando limpa para Marcelinho marcar. 

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 3 X 2 JOINVILLE

Local: Allianz Parque, em São Paulo

Data: 30 de agosto de 2015

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Bruno de Araújo

Assistentes: Fabiano da Silva Ramires e Rodrigo Correa

Gols: Gabriel Jesus (1-0) e (3-2), Dudu (2-0), Marcelinho Paraíba (2-1) e (2-2)

PALMEIRAS: Fernando Prass, João Pedro, Victor Ramos, Vitor Hugo e Egídio (Rafael Marques); Amaral, Robinho, Zé Roberto e Dudu; Gabriel Jesus (Thiago Santos) e Barrios (Alecsandro). TÉCNICO: Marcelo Oliveira

JOINVILLE:  Agenor; Mario Sérgio, Bruno Aguiar, Guti e Diego; Naldo, Kadu (Kempes), Marcelinho Paraíba, Willian Popp (Silvinho); Edigar Junio e Anselmo (Fabricio). TÉCNICO: PC Gusmão

Como foi o jogo

  • Primeiro tempoO Palmeiras começou a partida com Gabriel Jesus, que foi destaque na vitória do meio de semana contra o Cruzeiro, no Mineirão. O jovem deu nova dinâmica ao ataque. Do seu pé nasceu um gol relâmpago, aos 49 segundos. Dudu fez 2 a 0. O Palmeiras dava sinais de que teria uma tarde tranquila. Mas o time alviverde sofreu um apagão. Em apenas 2 minutos o Joinville chegou ao empate, com dois gols de Marcelinho Paraíba, sendo um deles em falha de João Pedro. O Palmeiras sentiu os gols e reduziu o volume ofensivo, enquanto o time catarinense seguiu explorando os contragolpes.
  • Segundo tempoMarcelo Oliveira mexeu o time após o intervalo. Rafael Marques e Alecsandro foram a campo. Recuado, o Joinville via o goleiro Agenor segurar o ataque alviverde. Diferentemente de outras partidas, o Palmeiras não apresentava poder de penetração dos meio-campistas na área rival. O Joinville conseguia bloquear os avanços do time paulista. Mas o Palmeiras tinha um diferencial; Gabriel Jesus, que apareceu livre para marcar o terceiro do time. Com 3 a 2, o time da casa começou a perder seguidas chances de matar a partida.

Destaques

  • Uniforme prataO Palmeiras entrou em campo com uniforme prata, uma homenagem aos 100 anos da conquista do primeiro título do Palestra, a Taça Savoia. Foi a primeira vez no Brasileirão que o Palmeiras utilizou esse uniforme.
  • Jesus mantido no ataqueApós incontáveis pedidos da torcida alviverde, o técnico Marcelo Oliveira decidiu firmar Gabriel Jesus no ataque. A joia de 18 anos havia brilhado na vitória do time no meio de semana, contra o Cruzeiro, marcando dois belos gols. Jesus foi titular contra o Joinville
  • EstreiaThiago Santos fez sua estreia neste domingo com a camisa do Palmeiras. O meio-campista, ex-América-MG, entrou no segundo tempo de partida
  • Glória, glória, Gabriel Jesus!Na arquibancada do Allianz Parque, a torcida alviverde gritava: ?Glória, glória, aleluia, Gabriel Jesus!?. A canção, na verdade, é uma versão de música do padre Marcelo Rossi.

Melhores

  • Marcelinho Paraíba, JoinvilleAos 40 anos, meia demonstrou oportunismo, dando enorme trabalho à defesa alviverde
  • Gabriel Jesus, PalmeirasAliou habilidade, oportunismo e poder de decisão. Apareceu quando o Palmeiras sofria para achar um gol na fechada defesa do Joinville

Piores

  • Barrios, PalmeirasNão conseguiu abrir espaços no ataque e perdeu jogadas simples. Desperdiçou chance clara dentro da área. Foi substituído no intervalo de jogo

Melhores notas

  • Palmeiras
  • Joinville
Avaliação
dos usuários
do Placar UOL
1
8,8
Gabriel Jesus
6
6,6
Marcelinho Paraíba
 
1
8,0
Rafael Marques
7
5,2
Fabrício

Próximos Jogos - Palmeiras

  1. Red Bull Brasil RED
    Palmeiras PAL
  2. Palmeiras PAL
    Botafogo-SP BOT
  3. São Caetano SCA
    Palmeiras PAL

Próximo Jogo - Joinville

  1. Atlético-CE ATC
    Joinville JEC

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos