Cruzeiro freia Atlético-PR, arranca empate e ofusca a estreia de Cristóvão

Do UOL, em Curitiba

Atlético-PR e Cruzeiro se enfrentaram na Arena da Baixada, fechando os jogos desta noite de quarta-feira na volta do Brasileirão. De um lado, os anfitriões tinham em Cristóvão Borges a maior esperança de dias melhores, já que o time não vencia há sete jogos, tendo sido derrotado nas últimas cinco partidas, o que gerou a demissão de Milton Mendes. Para triunfar na estreia do treinador, a equipe teria eu passar pelo Cruzeiro em seu melhor momento com Mano Menezes, há cinco compromissos sem derrota. Mas não passou. Em um jogo morno no primeiro tempo, mas emocionante na etapa final, as equipes empataram em 2 a 2.

Os gols da partida foram marcados por Ewandro, no primeiro tempo, Fabrício, Bruno Pereirinha e Arrascaeta, no segundo tempo. Com o resultado, as equipes seguem próximas na tabela, o Atlético-PR com 39 pontos e o Cruzeiro com 38. No final de semana, o Furacão vai receber ninguém menos que o Corinthians na Arena. Já o Cruzeiro fará sua despedida nas matinês de domingo, e enfrenta o Fluminense no Mineirão.

ATLÉTICO-PR 2 x 2 CRUZEIRO

Motivo: 30ª rodada, Brasileirão 2015
Data/hora: 14 de outubro de 2015, às 22h
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes - RJ (ASP-FIFA)
Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios - SE (FIFA) e Eduardo de Souza Couto - RJ (CBF-1)

GOLS:  Ewandro, 36'1ºT (1-0); Fabrício, 28'2ºT (1-1); Bruno Pereirinha, 33'2ºT (2-1); De Arrascaeta, 39'2ºT (2-2)
Cartões amarelos: Bruno Mota, Sidcley, Walter, Otávio, Kadu (CAP), Marinho, Arrascaeta (CRU)
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: 11.591 pagantes/13.047 presentes/R$ 170.190,00.

Atlético-PR: Weverton; Matheus Ribeiro (Bruno Pereirinha - 32'2ºT), Wellington, Kadu e Sidcley; Otávio, Deivid e Bruno Mota; Ytalo (Douglas Coutinho - Intervalo), Ewandro (Daniel Hernández - 18'2ºT) e Walter. Técnico: Cristóvão Borges.

Cruzeiro: Fábio; Fabiano, Manoel, Bruno Rodrigo e Fabrício; Henrique, Willians e Ariel Cabral; Allano (Marcos Vinícius - 23'2ºT), Marinho (De Arrascaeta - Intervalo) e Leandro Damião (Vinícius Araújo - 24'2ºT). Técnico: Mano Menezes.

 

Fases do jogo

  • Primeiro tempoPor muito tempo, a partida não contou com nenhum lance emocionante ou de perigo de gol. O Atlético-PR passava mais tempo com a bola, mas se limitava a trocar passes até mesmo em seu campo defensivo, sem evolução alguma. O Cruzeiro chegou a ficar mais tempo no campo de ataque, mas sofreu com a falta de capricho no penúltimo e último passe, e acabou castigado. Aos 35, Matheus Ribeiro achou Walter livre pelo lado esquerdo. A finalização do atacante tocou a trave de Fábio, mas Ewandro, de dentro da pequena área, pegou o rebote e abriu o marcador. Na melhor chance do Cruzeiro, Marinho invadiu a área, mas foi travado por Kadu no momento do chute.
  • Segundo tempoDe volta após os compromissos com o Uruguai, pelas Eliminatórias, De Arrascaeta entrou no segundo tempo e imprimiu o gás que o Cruzeiro precisava. Por três vezes, o time mineiro esteve perto de igualar ainda antes dos 15 minutos, incluindo um quase gol olímpico. Mais criativo e intenso, o time de Mano empatou com Fabrício, de falta. A cobrança saiu forte e a bola pegou um bonito efeito antes de morrer nas redes de Weverton. Do banco, Cristóvão Borges promoveu a entrada de Bruno Pereirinha e viu sua troca dar resultado dois minutos mais tarde, quando o lateral pegou de primeira e marcou o segundo do Atlético. Mas a alegria duraria pouco, já que Arrascaeta confirmou sua boa apresentação e arrancou o empate após o cruzamento de Fabrício, pela direita. No final da partida, o uruguaio ainda parou no goleiro Weverton e perdeu a chance da virada. 2 a 2 placar final.

Destaques

  • Só com Marcelo Oliveira!O Cruzeiro já estava há três jogos sem levar gols, mas não conseguiu deixar a Arena da Baixada sem ser vazado. Neste ano, somente com Marcelo Oliveira o time alcançou quatro compromissos sem ver suas redes balançadas.
  • Dedo do treinadorNa estreia de Cristóvão, o Atlético quase saiu com o triunfo em campo, mas o treinador já viu sua estrela brilhar. Dois minutos após colocar Bruno Pereirinha em campo, o lateral marcou o segundo gol do time paranaense.

Melhor em campo

  • De Arrascaeta, do CruzeiroO uruguaio voltou das Eliminatórias e mudou a história da partida. Ajudou demais no crescimento do Cruzeiro no segundo tempo e marcou o segundo gol.

Próximos Jogos - Atlético-PR

  1. Santos SAN
    Atlético-PR CAP
  2. Atlético-PR CAP
    Atlético-MG CAM
  3. Atlético-PR CAP
    Atlético-GO ACG
  4. São Paulo SPA
    Atlético-PR CAP
  5. Vitória VIT
    Atlético-PR CAP

Próximos Jogos - Cruzeiro

  1. Atlético-GO ACG
    Cruzeiro CRU
  2. Cruzeiro CRU
    Flamengo FLA
  3. Cruzeiro CRU
    Corinthians COR
  4. Cruzeiro CRU
    Ponte Preta PON
  5. Grêmio GRE
    Cruzeiro CRU

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos