Braz lamenta ausência de Robinho contra o Santos e torce por força máxima

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Junior Lago/UOL

O zagueiro David Braz lamentou o fato de o Santos não enfrentar o seu ídolo Robinho no duelo contra o Atlético-MG, neste sábado, às 18h30 (de Brasília), no estádio Independência, válido pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

Robinho sentiu uma lesão na coxa na derrota do Galo para o São Paulo por 1 a 0 na última quarta-feira, pela Copa Libertadores da América, e está fora do jogo. O camisa 7 já seria dúvida para o duelo, pois o técnico Diego Aguirre já ameaçava escalar o time reserva.  

"Não (alivio por não enfrentar Robinho). A gente sabe da qualidade dele, queria muito que ele pudesse jogar, pelo espetáculo e futebol. É um grande amigo que eu tenho, não sabemos o que aconteceu. Espero que se recupere. O foco não seria só marcar o Robinho. O Atlético não é o Robinho. Temos que marcar bem o time deles para sairmos com os três pontos lá", afirmou Braz.

Braz espera iniciar o Campeonato Brasileiro com vitória e, por conta disso, torce pela recuperação de dois importantes titulares – o atacante Ricardo Oliveira, que se recupera de dores no joelho direito, e Lucas Lima, que faz tratamento por causa de entorse no tornozelo direito.

"A gente viu que eles fizeram de tudo para estarem na final. Eles querem ajudar, honrar a camisa do Santos, tem que fazer o que deve ser feito, o departamento médico está orientando, eles vão fazer o possível para nos ajudar", disse Braz.

O Santos já deve perder a dupla no Brasileiro, além de Gabigol, por causa da seleção brasileira. Os três foram convocados por Dunga para a disputa da Copa América Centenário, em junho deste ano. Caso a seleção chegue à final da Copa América, a quantidade de partidas sem poder usar seus atletas será ainda maior: 9 partidas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos