Entenda os motivos que fizeram Cuca escalar Barrios no lugar de Alecsandro

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

Alecsandro é artilheiro do Palmeiras na temporada 2016, com nove gols. Além disso, o atacante é um dos líderes do time alviverde e dono das melhores apresentações nos últimos jogos. Essas condições, porém, não darão a ele a titularidade na estreia do Brasileirão. A posição na partida contra o Atlético-PR neste sábado, no Allianz Parque, será ocupada por Barrios.

Segundo Cuca, a escolha tem explicações. Ao escalar o atacante paraguaio, o treinador tentará, em primeiro lugar, dar sequência a Barrios e recuperá-lo -- o atleta pediu dispensa da seleção do Paraguai justamente para estar em campo seguidas vezes.

"Nós constatamos que ele não tinha condição porque quando ia para a seleção não estava jogando. Por entrar esporadicamente era natural que não tivesse força e confiança. Uma coisa puxa a outra", explicou Cuca. 

O atacante também atuou pouco pelo Palmeiras em 2016: ele participou de apenas dez dos 23 jogos do clube alviverde, somente cinco como titular (dois deles com Cuca). No ano passado, durante o segundo semestre, Barrios entrou em campo 21 vezes.

Cesar Greco/Ag Palmeiras
Barrios em ação nesta sexta-feira

"Barrios é um jogador que quando jogou aqui contra o River Plate-URU. Ele não jogou bem, foi sacado. Foi cobrado dele que tivesse uma participação melhor, tanto na parte técnica e física", disse Cuca.
 
O treinador também apontou outro ponto importante para tomar a decisão. De acordo com ele, Barrios está melhor fisicamente depois dos 19 dias de preparação para a estreia do Palmeiras no Brasileirão.
 
"Hoje é um jogador recuperado na parte física, técnica, é um artilheiro. Daremos essa oportunidade, dentro do perfil que montamos ele não vai sair tanto da área como o Alecsandro", ressaltou.
 
Cuca ainda revelou que conversou com o antigo titular, que vinha desempenhando também a função de meio-campo nas últimas partidas. Para o treinador, Alecsandro pode ser importante como opção no segundo tempo. 
 
"Ele fica como um jogador que tem que ter, mesmo não entrando é importante, já conversei com ele. Como profissional que é tem que entender que pode entrar no decorrer da partida e ser titular", finalizou Cuca.
 
FICHA TÉCNICA
 
PALMEIRAS x ATLÉTICO-PR
 
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 14 de maio de 2016, sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (ambos do RJ)
 
PALMEIRAS: Fernando Prass; Tchê Tchê, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Matheus Sales, Jean, Róger Guedes, Cleiton Xavier e Gabriel Jesus; Barrios. Técnico: Cuca
 
ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Thiago Heleno, Paulo André e Sidcley; Jadson, Otávio, Pablo e Nikão; Ewandro e Walter. Técnico: Paulo Autuori 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos