Geração sub-20 multicampeã do SP ganha apoio de Bauza e será testada no BR

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

  • Felipe Espindola/saopaulofc.net

    Banguelê, capitão que levantou taças pela sub-20, será titular: outros 7 da geração participam da estreia no Brasileirão contra o Botafogo

    Banguelê, capitão que levantou taças pela sub-20, será titular: outros 7 da geração participam da estreia no Brasileirão contra o Botafogo

O São Paulo começa o Brasileirão neste domingo, contra o Botafogo, às 11h, em Volta Redonda, com time reserva. A alternativa escolhida pelo técnico argentino Edgardo Bauza se dá não só pela agenda dos titulares contra o Atlético-MG, na próxima quarta-feira, em decisão na Copa Libertadores, mas também pela disposição em testar e dar as primeiras oportunidades para membros da geração sub-20 do clube que conquistou quatro títulos entre o início de 2015 e o início de 2016. 

No fim de 2014 o São Paulo começou a mudar totalmente o trabalho que fazia nas categorias de base. Além de alterar o método de captação de jogadores, trocou também na formação: avaliou que a formação era muito técnica no CT de Cotia e investiu em treinos físicos; passou a contratar jogadores de 17 e 18 anos, postura antes condenada, para dar maior competitividade aos times e tornar objetivos mais alcançáveis. Em um ano, com participação do técnico André Jardine, o time sub-20 venceu quatro dos sete torneios que disputou. 
 
O triunfo principal foi na Copa Libertadores sub-20, no início de 2016 - antes o São Paulo levantou os títulos da Copa do Brasil, da Copa Ouro e da Copa RS. O primeiro atleta a chamar atenção e que foi promovido à categoria profissional logo em 2015 foi o zagueiro Lyanco, hoje tratado como jóia e integrante da equipe sub-21 da seleção da Sérvia. Depois dele, o meia Lucas Fernandes foi promovido no início do ano. Agora, seis jogadores que fizeram parte dessas conquistas terão a primeira oportunidade no time profissional neste domingo, com Edgardo Bauza e contra o Botafogo. 
 
Um deles, capitão da vitoriosa geração sub-20, irá estrear logo como titular. Trata-se de Matheus Cardoso, mais conhecido pelo apelido Banguelê, volante. Outros cinco estarão no banco de reservas: o zagueiro Lucas Kal, o lateral direito Felipe Araruna, o volante Artur e os atacantes Luiz Araújo e Pedro. Como Lyanco e Lucas Fernandes serão titulares, o São Paulo viaja ao Rio de Janeiro com oito jogadores que fizeram parte da geração sub-20 multicampeã entre os 20 relacionados. 
 
O São Paulo entrará em campo com: Renan Ribeiro; Auro, Lugano, Lyanco e Matheus Reis; Banguelê e Lucão; Wilder, Lucas Fernandes e Centurión; Alan Kardec. Assim como os jovens que agora ganham chances, Auro, Matheus Reis e Lucão também são produtos das categorias de base do clube, mas de gerações um pouco mais velhas. 
 
Dar respaldo a essa geração sub-20 é uma determinação da diretoria do São Paulo atendida prontamente por Bauza. Segundo membros do clube, o treinador se entusiasma com a possibilidade de encontrar nas categorias de base possíveis soluções para a equipe. 
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos