A hora e a vez de Giuliano? É o que espera o Grêmio no Brasileiro

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Grêmio

    Giuliano deve ser protagonista no Grêmio para justificar investimento do clube

    Giuliano deve ser protagonista no Grêmio para justificar investimento do clube

Giuliano foi contratado pelo Grêmio há quase dois anos. E não conseguiu, ainda, ser protagonista do time. Em uma temporada regular, o meia carrega, no início do Brasileiro, a esperança da direção e da comissão técnica. A ideia é que ele possa assumir o principal posto no time e justificar o investimento alto em sua contratação. 

Giuliano custou 6 milhões de euros (quase R$ 24 milhões pela cotação atual). O dinheiro não saiu do cofre gremista, mas sim de um investidor. Mas de qualquer forma a conta precisa ser paga e em algum momento o custo será do Tricolor. Além disso, o armador tem um dos salários mais altos do elenco, firmados antes da redução de gastos e bem acima do teto atual que chega perto dos R$ 200 mil. 
 
Logo em seu primeiro ano, o jogador sofreu com problemas no púbis. Jogou com dor, acabou não conseguindo os melhores movimentos e foi operado no início de 2015. No ano passado teve poucas lesões e acabou jogando regularmente e, mesmo sem ser o principal nome do time, acabou tendo participação importante no Brasileiro. E nesse ano, novamente, as lesões atrapalharam o melhor rendimento e ele acaba sendo repetidamente poupado de treinamentos mais fortes. 
 
"Estou contente de ter voltado a treinar com a equipe. Não deixei de treinar neste tempo todo. Mas fiz treinos e fisioterapia para me recuperar. Estou me sentindo bem e 100%", disse o jogador em entrevista coletiva. 
 
Mesmo que não tenha figurado nunca entre as decepções do time ou mesmo sofra ameaça de perder lugar no time, Giuliano ainda não conseguiu ser o que a direção do Grêmio esperava em sua contratação. Melhor da Libertadores de 2010 e com bagagem de Europa, além de passagem pela seleção brasileira, o jogador deveria comandar as ações do meio-campo gremista. 
 
O protagonismo de Giuliano também pode ser tático. Sem Douglas - que deve perder lugar no time - o jogador terá mais liberdade para criar jogadas e atuar onde se sente melhor. Mesmo que goste das responsabilidades defensivas e estude, até, se tornar volante com o passar do tempo. 
 
Aos 25 anos, o jogador chegou ao Brasil de volta em 2014 afirmando que pretende retornar à seleção brasileira, além de conquistar títulos pelo Grêmio. Tudo pode passar pela próxima competição, o nacional, que começa já neste domingo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos