Fred surgiu no América-MG e foi ao Guinness. Agora o reencontra pelo Flu

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Dhavid Normando/Photocamera

    Fred enfrentou o América-MG apenas uma vez pelo Flu e perdeu por 2 a 1, em 2011

    Fred enfrentou o América-MG apenas uma vez pelo Flu e perdeu por 2 a 1, em 2011

O domingo será especial para Fred. Apenas pela segunda vez com a camisa do Fluminense, o atacante terá a oportunidade de enfrentar o clube que o revelou, o América-MG, no estádio Independência, às 16h, na estreia no Campeonato Brasileiro.

Foi pelo Coelho que o artilheiro chamou a atenção do Brasil e conquistou o mundo ao entrar para o Guinness Book, o livro dos recordes, ao marcar em 2003, ainda pelos juniores, o gol mais rápido do planeta com apenas 3,17 segundos, ao chutar a bola da saída do meio de campo e encobrir o goleiro adversário.

A primeira vez que o camisa 9 enfrentou o clube mineiro foi em 2011, também pelo Brasileirão, quando perdeu por 2 a 1 em pleno Engenhão e passou o jogo em branco.

Após se destacar no América-MG, Fred se transferiu para o Cruzeiro, onde fez sucesso, até ser negociado para o Lyon (FRA), em que também foi bem. Em seu retorno ao Brasil, fechou com o Fluminense em 2009, clube que está até hoje.

Para a partida, o técnico Levir Culpi tenta conter a euforia após o Tricolor vencer, na última quarta-feira, a Ferroviária por 3 a 0 pela Copa do Brasil, resultado que classificou a equipe para a terceira fase da competição. Em sua avaliação, a partida não serviu como um aperitivo para o Brasileirão:

"Vejo de outra forma... não vou pelo lado gastronômico (risos). Eu acho que a Copa do Brasil é muito interessante, são jogos decisivos nos quais não se pode vacilar. Brasileiro é regularidade. Tem que sair pontuando. A sequência na Copa do Brasil é uma motivação a mais. Neste ano, para mim, tem dez candidatos ao título antes do início do Brasileiro. Ninguém é capaz de cravar quem está muito na frente dos outros".

O América-MG chega embalado não só por retornar à Série A como também por ter sido campeão mineiro, já que não conquistava um título há 15 anos.

O Coelho vendeu um de seus destaques do estadual, o lateral esquerdo Bryan, para o Cruzeiro. Em compensação, trouxe por empréstimo o atacante William Barbio, que estava no Vasco.

AMÉRICA-MG X FLUMINENSE
Local:
Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data e hora: 14 de maio de 2016, às 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Anderson José de Moraes (SP)

AMÉRICA-MG
João Ricardo, Alison, Sueliton e Artur; Danilo, Claudinei, Leandro Guerreiro, Rafael Bastos e Tíago Luis; Osman e Victor Rangel.
Treinador: Givanildo Oliveira.

FLUMINENSE
Diego Cavalieri; Wellington Silva, Gum, Henrique e Giovani; Edson, Cícero, Gustavo Scarpa, Osvaldo, Richarlison e Fred.
Técnico: Levir Culpi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos