Paulão diz que era batedor em pênalti do Inter: "O goleiro foi feliz"

Do UOL, em Porto Alegre

Paulão bate no canto, Danilo defende o pênalti e o rebote

Paulão teve a chance de salvar o Internacional contra a Chapecoense e não aproveitou. O zagueiro cobrou o pênalti sofrido por Andrigo e viu Danilo espalmar. Após o apito final na estreia do Brasileirão, o camisa 25 assumiu a responsabilidade e lamentou a falha.

"Tenho que assumir a responsabilidade, eu venho treinando e não bati bem. Pênalti bom é pênalti convertido", disse Paulão. "Estava certo que eu iria cobrar, mas não deu", completou.

A escolha pelo zagueiro foi surpreendente. Neste ano, Sasha e Vitinho se revezaram na cobrança de pênaltis com a bola rolando. Paulão só apareceu na disputa de pênaltis.

"Eu vinha treinando, tanto que eu converti contra o São José. O Danilo foi feliz, eu bati da forma como vinha treinando. Não fui feliz, mas estou aí. De cabeça erguida, tranquilo", comentou o zagueiro. "Eu bati no canto que eu sempre bato, mas o Danilo foi feliz. Falei com o Muriel e o Alisson para tentar pegar ele virando o pé, mas ele viu a tempo e pegou", acrescentou.

A diretoria saiu em defesa do jogador, que será o capitão do time a partir do próximo jogo – contra o São Paulo.

"Quem acompanha os treinos do Internacional sabe que o Paulão é quem tem o melhor resultado. Ele vem trabalhando bem e era o escolhido pelo treinador para cobrar. Quem acompanha sabe...", afirmou Carlos Pellegrini,vice de futebol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos