Marcelo Oliveira reestreia pelo Atlético-MG "pressionado" por títulos

Thiago Fernandes e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

"O elenco que está aí não condiz com os resultados". Foi o que disse o presidente Daniel Nepomuceno minutos após a eliminação para o São Paulo nas quartas de final da Copa Libertadores da América, em pleno estádio Independência. É com esta pressão que Marcelo Oliveira assume o Atlético-MG neste início de Campeonato Brasileiro. O treinador tem a incumbência de guiar o time em uma campanha vitoriosa no principal torneio nacional.

A equipe que era comandada por Diego Aguirre até a quarta-feira passada (18) terá, a partir de 11h deste domingo (22), diante do Atlético-PR, um novo nome no banco de reservas. E a missão do comandante é compatível com o seu currículo. Ele é bicampeão brasileiro com as cores do Cruzeiro – em 2013 e 2014 – e venceu a Copa do Brasil pelo Palmeiras – em 2015.

Agora na Cidade do Galo, a diretoria espera que ele, no mínimo, lute pelos torneios que disputará: Brasileirão e Copa do Brasil. Às vésperas de sua reestreia como treinador do Atlético, ele disse estar ciente da responsabilidade que terá no clube:

"Estou muito feliz e muito estimulado também. Proporcionalmente, ciente da responsabilidade que temos, mas os ingredientes são todos bons e acho que vamos ser muito felizes aqui", afirmou pouco antes do embarque para Curitiba, na noite dessa sexta-feira (20), ainda no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins.

Sem tempo para conversar com a imprensa e tampouco comandar atividades, o treinador sabe que não pode repetir os erros de seu antecessor, Diego Aguirre, à frente do Atlético. Três pontos foram fundamentais para a queda do uruguaio: o discurso que não se alinhou com o trabalho, o vexame no revés para o Tricordiano, por 4 a 2, em pleno estádio Independência, e a eliminação diante do São Paulo na Libertadores.

Ficha técnica
Atlético-PR x Atlético-MG

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 22 de maio de 2016 (domingo)
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alessandro A Rocha de Matos (BA/Fifa) e Carlos Berkenbrock (SC)

Atlético-PR
Weverton; Eduardo, Christián Vilches (Paulo André), Thiago Heleno e Sidcley; Otávio e Hernani; Ewandro, Vinícius e Marcos Guilherme (Pablo ou Nikão); Walter.
Técnico: Paulo Autuori.

Atlético-MG
Victor; Marcos Rocha, Edcarlos, Erazo e Douglas Santos; Rafael Carioca, Eduardo, Dátolo (Carlos Eduardo) e Cazares; Carlos e Clayton.
Técnico: Marcelo Oliveira.


 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos