Botafogo bate o Atlético-PR e soma a primeira vitória no Brasileiro

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

Após dois tropeços nas rodadas iniciais do Campeonato Brasileiro, quando perdeu para o São Paulo e empatou com o Sport, o Botafogo, enfim, somou sua primeira vitória na competição. O Alvinegro venceu o Atlético-PR por 2 a 1 no estádio Jornalista Mário Helênio, em Juíz de Fora (MG), e chegou aos quatro pontos.

O Furacão, por sua vez, segue seu calvário e ainda não venceu, sendo goleado na primeira rodada por 4 a 0 para o Palmeiras e empatado com o Atlético-MG.

No próximo domingo, o Alvinegro tem pela frente o clássico com o Fluminense em Volta Redonda (RJ). Já o Atlético-PR recebe o Figueirense em casa.

ATLÉTICO-PR PERDE MUITOS GOLS

O Botafogo venceu, mas o resultado acabou sendo injusto, já que o Atlético-PR dominou a maior parte do jogo e criou as melhores oportunidades. Além do goleiro Hélton Leite, substituto de Jefferson, ter feito três grandes defesas, o Furacão ainda chutou uma bola na trave. O Alvinegro, por sua vez, se limitou a jogar de forma fechada e explorar os contra-ataques.

QUEM BRILHOU - HÉLTON LEITE SE REDIME

Após ter sido criticado por ter falhado em jogos contra Juazeirense e São Paulo, o goleiro Hélton Leite se redimiu, fazendo defesas arrojadas e se mostrando muito mais seguro que nas partidas anteriores.

GEGÊ VAIADO

Como de costume, o meia Gegê foi perseguido pela torcida e vaiado no segundo tempo da partida. Ele acabou sendo substituído por Neílton, que fez o gol da vitória alvinegra.

PIVETTI NA ÁREA

Expulso na última partida do Atlético-PR, o técnico Paulo Autuori não pôde ficar à beira do campo e assistiu à partida numa cabine de rádio do estádio Jornalista Mário Helênio. Seu auxiliar, Bruno Pivetti, foi o responsável por dar as instruções aos jogadores ao lado do gramado.

CACHORRO RAIVOSO

Quem esteve no estádio ou mesmo acompanhando o jogo pela televisão foi obrigado a conviver com um inquieto cachorro da polícia militar que não parou de latir um minuto sequer.


BOTAFOGO 2 X 1 ATLÉTICO-PR
Local: Jornalista Mário Helênio, Juiz de Fora (MG)
Data e hora: 25 de maio de 2016, às 19h30
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Auxiliares: Marcio Gleidson Correia Dias (PA) e Helcio Araújo Neves (PA)
Renda e público: R$ 115.520,00 / 4.384 pagantes e 4.445 presentes
Cartões amarelos: Salgueiro, Ribamar (BOT); Eduardo, Ernani (ATL)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: Ribamar, aos 17 minutos do primeiro tempo (BOT); Vinícius, aos 13 minutos do segundo tempo (ATL); Neilton, aos 27 minutos do segundo tempo (BOT)

BOTAFOGO
Helton Leite, Luis Ricardo, Emerson Santos, Emerson Silva e Victor Luis; Rodrigo Lindoso (Marquinho), Bruno Silva, Fernandes e Gegê (Neílton); Salgueiro (Gervásio Nuñez) e Ribamar
Técnico: Ricardo Gomes

ATLÉTICO-PR
Weverton; Eduardo, Cleberson, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio e Hernani; Pablo (Vinícius), Nikão (Anderson Lopes) e Ewandro; André Lima (Walter)
Técnico: Bruno Pivetti

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos