Cruzeiro carece de homem gol, mas a solução pode estar no banco de reservas

Do UOL, em Belo Horizonte (MG)

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Coutinho é um dos mais eficientes do ataque, mas não consegue se firmar como titular

    Coutinho é um dos mais eficientes do ataque, mas não consegue se firmar como titular

Desde o início do ano, a pontaria descalibrada do Cruzeiro tem sido motivo de insatisfação e questionamentos do torcedor. Principal referência no ataque, o camisa 9 Willian ainda não reencontrou a boa fase do final do ano passado. Seu reserva Rafael Silva também ainda não convenceu. Até o colombiano Riascos, que deixou a equipe em baixa, voltou como candidato a ser o novo centroavante.

A diretoria corre atrás de um homem gol para se reforçar. Mas a solução pode vir de dentro da própria equipe, se assim o técnico Paulo Bento desejar. Saindo sempre do banco de reservas, Douglas Coutinho já mostrou que pelo menos nos números tem capacidade de brigar por uma vaga.

Os quatro gols durante as onze partidas oficiais que atuou rendem a Coutinho uma média de um gol a cada 87,5 minutos em campo. Artilheiro do time com cinco gols, Rafael Silva contabiliza a média de uma rede balançada a cada 162,2 minutos, ou quase dois jogos. O titular Willian tem desempenho ainda mais baixo, e marcou só um gol até o momento nos 845 minutos que passou em campo.

Em seu primeiro jogo no comando do Cruzeiro, Paulo Bento se deparou com alguns problemas antigos. Às vezes de forma exagerada, os jogadores tocam demais a bola, mas finalizam pouco e quando fazem, falta capricho para acertar o alvo. Neste quesito, Coutinho também mandou bem até aqui. No último sábado, marcou o gol de empate contra o Figueirense cinco minutos depois de entrar em campo, na primeira oportunidade que teve. Em números, a eficiência fica ainda mais clara. Foram seis chutes em toda a temporada. Cinco deles foram ao gol, quatro entraram e somente um foi para fora.

Nesta quarta-feira, o Cruzeiro entra em campo pela terceira rodada do Brasileirão. Conforme já virou costume, Paulo Bento escondeu a escalação do time, mas a tendência é de que o esqueleto da equipe seja a mesma do jogo passado. No entanto, a boa apresentação no último jogo já credencia Coutinho a ganhar mais oportunidades com o novo treinador, seja começando como titular ou saindo do banco. O contra o Santa Cruz, atual líder do campeonato, será realizado no estádio do Arruda, em Recife.

SANTA CRUZ x CRUZEIRO

Motivo: 3ª rodada, Brasileirão 2016
Data/Hora: 25/05/2016, às 21h45 (de Brasília)
Local: Estádio do Arruda, em Recife (PE)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Elio Nepomuceno de Andrade (RS)

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Léo Moura, Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Alex Bolaño, Uillian Correia e Fernando Gabriel; Arthur, Keno e Grafite. Técnico: Milton Mendes.

CRUZEIRO: Fábio; Lucas, Bruno Rodrigo, Bruno Viana e Sanchez Miño (Bryan); Henrique, Romero, Élber, Arrascaeta e Pisano (Douglas Coutinho); Willian. Técnico: Paulo Bento.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos