Renato reclama de falta em Vanderlei e cita expulsão para justificar empate

Do UOL, em Santos (SP)

O experiente volante Renato deixou o estádio Orlando Scarpelli nesta quarta-feira culpando um possível erro de arbitragem e a expulsão do companheiro pelo empate por 2 a 2 diante do Figueirense, em Florianópolis, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.

O camisa 8 santista acredita que o gol marcado pelos catarinenses já nos acréscimos do confronto contou com uma falta não marcada pelo árbitro no goleiro Vanderlei.

"A única reclamação foi no lance do gol, o Vanderlei sofreu um tranco antes, um jogador deles acabou atrapalhando. O juiz falou que não foi nada", lamentou.

Antes do cruzamento do atacante Dudu para Ermel pegar de primeira e empatar o confronto, aos 46 minutos, o Figueirense teve uma jogada sem definição, em que Vanderlei não conseguiu segurar a bola em disputa ao ser atrapalhado.

Renato, no entanto, ainda lamentou a expulsão do zagueiro Gustavo Henrique aos 22 minutos por uma entrada violenta em Dudu, acertando o rosto do jogador na tentativa de chutar a bola.

"Difícil falar [se foi justo] porque ficamos com um jogador a menos. No 11 contra 11 estávamos controlando e eles só nos ameaçavam com as bolas paradas. Se tivéssemos essa condição igualada poderíamos sair com a vitória", afirmou.

O Santos saiu perdendo, após o gol marcado pelo atacante Rafael Moura. Depois, conseguiu a virada com dois gols de pênalti marcados por Vitor Bueno e Joel, mas no fim cedeu o empate.

A equipe volta a jogar no domingo, na Vila Belmiro, contra o Internacional, às 18h30 (de Brasília), pela quarta rodada da competição.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos