Cruzeirenses protestam no aeroporto. Fábio e vice de futebol são os alvos

Do UOL, em Belo Horizonte

A derrota por 4 a 1 para o Santa Cruz, nessa quarta-feira (25), pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, foi o estopim para parte da torcida do Cruzeiro. Um grupo de apaixonados foi ao Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, onde a delegação desembarcou na início da tarde desta quinta (26), para protestar contra o momento da equipe.

O goleiro Fábio, único jogador a parar para conversar com os membros da imprensa que compareceram ao local, foi alvo de manifestações. O capitão da equipe foi chamado de "mão de alface" por um torcedor. Outros gritaram: "Fábio, o meu Cruzeiro não precisa de você".

O vice-presidente de futebol Bruno Vicintin também foi alvo de críticas. Homem forte do esporte no clube, ele seguiu sem se pronunciar para o ônibus que levou o elenco até a Toca da Raposa II, centro de treinamentos do time.

Cerca de 20 agentes da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) fizeram o isolamento da delegação entre o saguão do aeroporto e o veículo que conduziu os jogadores de volta para a capital mineira, a aproximadamente 30 quilômetros do município que abriga o terminal aeroviário.
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos