Roger completa um ano de Grêmio contra time que tentou evitar esta marca

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Lucas Uebel/Divulgação/Grêmio

    Roger Machado completa um ano de Grêmio, mas Atlético-MG tentou barrar marca

    Roger Machado completa um ano de Grêmio, mas Atlético-MG tentou barrar marca

Há exatamente um ano, Roger Machado assumia o Grêmio. O treinador chegava sob grande expectativa e encarava a pressão de substituir Luiz Felipe Scolari, de passagem apagada em seu retorno ao clube. Com ótimo desempenho no Brasileiro, mas sem títulos, a marca se completa contra um clube que tentou evitar isso: o Atlético-MG. Antes de acertar com Marcelo Oliveira, o Galo tentou tirar Roger de Porto Alegre. 

A direção do Atlético-MG fez com Roger Machado o mesmo que com outros tantos treinadores. Ligou para o empresário do treinador, perguntou detalhes de contrato e ofereceu condições que poderiam virar uma proposta oficial para comandar o clube após a demissão de Diego Aguirre. 
 
A resposta de Roger foi sincera e direta. O treinador não quis nem ouvir do que se tratava. A ideia foi repetida ao comando do Tricolor e também a seu estafe: o ex-lateral esquerdo pretende seguir o trabalho que espera coroar com títulos o mais breve possível. 
 
A negativa ao alvinegro de Belo Horizonte reforça um desejo do treinador: romper o jejum de títulos de seu clube do coração no comando. O Grêmio, com Roger vestindo a camisa seis, foi campeão da Libertadores, do Brasileiro, da Copa do Brasil, e não ergue uma taça deste porte há 15 anos. O técnico quer retribuir tudo que o clube fez por ele no passado. 
 
Cria da base gremista, Roger morou nos alojamentos no antigo estádio Olímpico e jogou nos profissionais do Tricolor entre 1994 e 2003. Nunca escondeu que sua relação com o Grêmio vai além do empregador e empregado. Agora fechou um ano de sua primeira chance em um clube grande como técnico. 
 
"Construímos uma forma de jogar que alia a cultura do clube de um time competitivo a vários momentos que o torcedor gostou do que viu também dentro de campo. Até mesmo nas frustrações, que fazem parte da construção de um grupo vitorioso, mostramos isso. Eu tenho certeza absoluta disso. Reerguemos o time de uma situação que não era tão boa para briga por título no ano passado. Foi bom, sim. Mas nosso objetivo e desejo mais forte ainda temos pela frente, que é a conquista de títulos. Temos um ano, muitos jogos pela frente, vitórias importantes, pequenas conquistas, mas ainda falta um título para marcar época dentro do clube", disse em entrevista coletiva. 
 
Em números, Roger Machado comandou o Grêmio em 70 partidas com 38 vitórias, 16 empates e 16 derrotas. Tal marca gera aproveitamento de 61,9%. 
 
Grêmio e Atlético-MG jogam nesta quinta-feira às 21h (horário de Brasília), no Independência. E exatamente este duelo traz também uma boa lembrança para o comandante. O confronto do ano passado é eleito por ele como uma das melhores partidas de seu time, que venceu por 2 a 0. 
 
FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X GRÊMIO
Data e hora: 26/05/2016 (Quinta-feira), às 21h (Brasília)
Local: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Transmissão na TV: Sportv e PPV
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Tatiano dos Santos Camargo e Gustavo Rodrigues de Oliveira (ambos de SP)
ATLÉTICO-MG: Victor, Marcos Rocha, Edcarlos, Tiago e Carlos César; Rafael Carioca, Eduardo e Júnior Urso; Patric, Clayton e Carlos.
Técnico: Marcelo Oliveira
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Fred e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Giuliano, Douglas (Everton) e Luan; Henrique Almeida. 
Técnico: Roger Machado

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos