Atlético-PR derrota Figueirense e conquista primeira vitória no Brasileiro

Do UOL, em São Paulo

O Atlético-PR venceu neste sábado sua primeira partida no Campeonato Brasileiro. O time paranaense bateu o Figueirense, em Curitiba, por 2 a 1, com gols de Ewandro e Thiago Heleno. Bruno Alves diminuiu para os catarinenses. 

O jogo aéreo foi o caminho encontrado pelos rubro-negros para chegar aos gols. A precisão nos cruzamentos e nos cabeceios levou a equipe de Paulo Autuori aos quatro pontos na tabela. O Figueirense, que empatou em seus três primeiros duelos, pressionou bastante nos minutos finais, mas parou no travessão e fecha a quarta rodada na zona de rebaixamento.
 

Na quarta-feira, às 19h30, o Atlético-PR enfrenta o Internacional em Porto Alegre. O próximo compromisso do Figueirense é diante do São Paulo, no Orlando Scarpelli, às 21h45 de quarta. 

Ewandro desequilibra na Arena da Baixada

Decisivo, o atacante Ewandro foi o grande nome do duelo entre paranaenses e catarinenses. O jovem de 20 anos se deslocou bem entre a área e os lados do campo e deu muito trabalho à defesa do Figueirense.

Foi dele o gol que abriu o placar para o Atlético-PR. Aos 22 minutos, ele recebeu cruzamento perfeito de Eduardo, aproveitou um vacilo dos zagueiros e cabeceou no canto esquerdo de Gatito Fernández.

Aos 43, em um momento do jogo em que o Figueirense trabalhava melhor a bola e incomodava os rubro-negros, Ewandro fez uma jogada fantástica pela esquerda, driblou três adversários e serviu Thiago Heleno, que testou para as redes.

Ewandro pertence ao São Paulo e tem vínculo com o Atlético-PR até janeiro de 2017.

Rafael Moura passa em branco

Principal aposta do Figueirense para vencer em Curitiba,  Rafael Moura não balançou as redes neste sábado. O experiente atacante foi à Arena da Baixada embalado pelos três gols que marcou diante de Cruzeiro e Santos, nas duas rodadas anteriores, mas não aproveitou as chances que teve na bola aérea.

 

Gatito Fernández brilha no 2º tempo e impede placar elástico

O Atlético-PR não chegou a uma vitória mais tranquila porque o goleiro paraguaio do Figueirense fez quatro ótimas defesas no segundo tempo. 
 
Fernández começou a roubar a cena quando, aos 16 da etapa final, operou um milagre em um chute forte de Vinícius. Minutos depois, esticou-se para evitar gol de Otávio. Aos 29, voou em um chute de Nikão e fez mais uma bela defesa. Nos acréscimos, uma nova pancada de Nikão parou pela última vez no camisa 1. 

 

Walter começa no banco mais uma vez e entra no 2º tempo

Paulo Autuori optou novamente por deixar Walter no banco. Nas quatro partidas do Atlético-PR no Campeonato Brasileiro, o atacante foi reserva em três. Ele foi escalado como titular apenas na estreia na competição, na goleada por 4 a 0 sofrida diante do Palmeiras. O camisa 18 perdeu cerca de 13 quilos no início do ano. Mais leve, viu seu rendimento nos gramados cair. Para piorar sua situação, durante o Campeonato Paranaense, ele abandonou o banco na vitória sobre o Londrina e irritou o técnico rubro-negro. 

Em 16 jogos na temporada, Walter anotou um gol. André Lima, titular contra o Figueirense, balançou as redes em nove oportunidades.

Walter substituiu André Lima aos 23 do segundo tempo e levou perigo a Gatito Fernández aos 37, quando girou na entrada da área e obrigou o goleiro a trabalhar. 

Equipes exploram o jogo aéreo

A principal arma das duas equipes durante a primeira etapa foi o jogo aéreo. Além dos dois gols de cabeça do Atlético-PR, o atacante Rafael Moura testou uma bola na trave do goleiro Weverton aos 26 da primeira etapa.

No segundo tempo, o Figueirense colocou fogo no jogo utilizando novamente a bola pelo alto. Bruno Alves, livre na área, escorou para o fundo do gol dos curitibanos. 

Figueirense esbarra no travessão no fim da partida

O time visitante ficou perto de alcançar o empate. A quatro minutos do apito final, Dudu acertou o travessão. No rebote, Bady chutou à direita do goleiro Weverton. 

 

Zagueiro não comemora gol por respeito ao ex-clube

Autor do segundo gol do Atlético-PR, Thiago Heleno preferiu não se exaltar na comemoração em respeito ao Figueirense, clube que defendeu entre 2014 e 2015.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 2 x 1 FIGUEIRENSE

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data/Hora: 28/5/2016 (sábado), 18h30
Árbitro: Péricles Bassols
Auxiliares: Marcelino Castro de Nazaré e Fabio Pereira

Cartões amarelos: André Lima, Thiago Heleno (ATL); Jaime (FIG)

Gols: Ewandro (22'/1ºT) (1-0), Thiago Heleno (43'/1º T) (2-0); Bruno Alves (28'/2º T) (2-1)

ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Cleberson, Thiago Heleno, Sidcley; Otávio, Hernani (Deivid), Nikão, Vinícius; Ewandro (Pablo) e André Lima (Walter). Técnico: Paulo Autuori

FIGUEIRENSE: Gatito Fernández; Ayrton, Bruno Alves, Jaime, Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Jocinei (Michael Ortega), Ferrugem (Dudu), Bady; Ermel (Guilherme Queiroz) e Rafael Moura. Técnico: Vinícius Eutrópio
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos