Presidente do Fla faz gesto obsceno a torcedor e bate boca em emissora

Do UOL, em São Paulo

O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, 'perdeu a linha' durante a vitória de 2 a 1 sobre a Ponte Preta, na manhã deste domingo, no Moisés Lucarelli. Após o gol da virada do Fla, o mandatário rubro-negro fez gestos obscenos a um torcedor que, segundo ele, estava criticando o time durante todo jogo e fazendo gestos em direção ao camarote do Flamengo no estádio.

Eduardo Bandeira de Mello foi visto totalmente exaltado dentro do camarote depois que Jorge fez o segundo gol do Flamengo. Para completar, depois do jogo, dentro do campo, conversou com a Fox Sports e discutiu ao vivo com o apresentador Luciano Calheiros, que criticou a postura do rubro-negro.

"O senhor disse que você se comportou como torcedor. De fato, a imagem mostra que você se comportou como um torcedor de baixo nível", disse o apresentador.

Eduardo Bandeira de Mello não gostou nada das palavras do apresentador, e respondeu. "Eu não acho justo que você me chame de torcedor de baixo nível, eu jamais chamaria você de jornalista de baixo nível", disse.

"Eu tenho mais de 50 anos de arquibancada e sempre agi emocionalmente. Não vai ser agora que vai ser diferente [...] Mas em 2019 eu vou deixar de ser presidente do Flamengo, vou poder voltar para a arquibancada e fazer o que eu quiser sem ser incomodado", acrescentou o presidente, já tirando o fone do ouvido e deixando o local da entrevista.

"Opa, aí você tem todo o direito, certamente as imagens não estarão no senhor", completou Luciano Calheiros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos