Vitinho decide, Inter vence Atlético-PR e dorme líder do Brasileirão

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

O Internacional desbancou o rival Grêmio, pelo menos na abertura da quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Jogando no Beira-Rio, nesta quarta-feira (1), o Colorado venceu o Atlético-PR por 1 a 0 e virou líder isolado. Vitinho foi o herói da partida ao marcar ainda no primeiro tempo, em lance onde o time paranaense reclamou falta.

A liderança vermelha precisa ser confirmada na quinta-feira (2). Para ficar no topo, o Inter torcer para que o Grêmio não vença o Palmeiras, no Pacaembu.

O time treinado por Argel Fucks chegou aos 13 pontos. A equipe dirigida por Roger Machado tem 10 e também pode alcançar essa marca. O Grêmio leva vantagem no saldo de gols. O Atlético-PR segue com quatro pontos e apenas uma vitória.

Na próxima rodada, o Internacional visita o Vitória e o Atlético-PR recebe o Santa Cruz. A partida do Colorado acontece no domingo (5), às 16h e o duelo do Furacão no sábado (4), no mesmo horário.

Quem decidiu: Vitinho acaba com jejum de quase 60 dias

Camisa 11 não fez só o gol, após escanteio cobrado por Andrigo, mas foi quem mais conseguiu dar problema para o Atlético-PR. Finalizou da intermediária e quase acertou o canto direito de Weverton, recuou para dar velocidade na transição em diversos momentos. O gol contra o Furacão foi o sétimo dele no ano, primeiro no Brasileirão. E saiu após 52 dias de jejum.

Quem fracassou: Walter começa a mil e depois some

Formado no Internacional, Walter aproveitou a preservação de jogadores para voltar a ser titular. Com ele, o Atlético-PR criou as melhores chances. Com direito a bola na trave, lançamento longo, drible curto e encarada em adversário. Reserva em três das quatro partidas do time paranaense no Brasileirão, o camisa 18 puxou o time para frente só que até o intervalo. Na etapa final ele sumiu dentro de uma equipe ansiosa e anulada pelo Colorado.

Inter sofre com a bola. Mas segue efetivo

Sem profundidade, o Inter tentou uma troca constante entre Andrigo e Ferrareis no meio. Não deu. Recuou Sasha para armar. Também não deu. A saída, diante da posse de bola improdutiva, foi tentar atalhos. Vitinho, com drible a arrancada, foi a porta para quebrar o bloqueio e conseguir bola parada. Efetivo, o Colorado marcou no segundo escanteio que teve a seu favor.

Pressão do Atlético-PR durou um tempo

Paulo Autuori fez, no primeiro tempo, aquilo que o Internacional de Argel mais detesta: abriu mão da bola. Com duas linhas de quatro, fechou os lados e fez marcação pressão alta. Ao quebrar a saída de três, efetuada por Fernando Bob, construiu duas ótimas chances. Uma delas parou na trave, em chute de Walter. Na bola parada, contudo, o Furacão sofreu e viu o duelo mudar. Obrigado a sair, o time visitante partiu atrás da posse e caiu no jogo do Colorado. Deixou de ficar perto do gol de empate e só criou em erros de passe dos donos da casa.

Quatro minutos

Aos 39, Vitinho aproveitou domínio de Gustavo Ferrareis e marcou. O gol foi validado, mas durante 240 segundos a partida ficou paralisada. O zagueiro Cleberson se chocou com Paulão, no início da jogada que terminou na rede. O impacto foi tanto que o zagueiro levou a pior e precisou ser substituído. O Atlético-PR reclamou de falta, mas não levou. Na saída do jogador, Paulo Autuori levou o camisa quatro até o quarto árbitro e mostrou o ferimento em forma de protesto.

Nilmar e Taison

Os dois ex-jogadores do Inter marcaram presença no Beira-Rio. De férias de seus respectivos clubes, eles assistiram a partida no setor dos camarotes. Nilmar, inclusive, esteve no último treino da equipe antes do confronto com o Atlético-PR. A visita de atletas ligados ao Colorado não é novidade. Na última rodada em que jogou como mandante, o Colorado atuou diante dos olhos de D'Alessandro - emprestado ao River Plate.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 0 ATLÉTICO-PR

Data: 01/06/2016 (quarta-feira)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Público: 20.300 pessoas (17.874 pagantes)
Renda: R$ 600.080,00
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Rogério Zanardo (RJ)
Cartão amarelo: Paulão, Anselmo, Fernando Bob, Andrigo, Alex (INT); Deivid (CAP)
Gol: Vitinho, aos 39 minutos do primeiro tempo

 

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho (Anselmo), Gustavo Ferrareis (Aylon), Andrigo (Alex) e Eduardo Sasha; Vitinho
Técnico: Argel Fucks

ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Thiago Heleno, Cleberson (Wanderson) e Sidcley; Otávio, Deivid e Pablo (Vinicius); Giovanny (Ewandro), Marcos Guilherme e Walter
Técnico: Paulo Autuori

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos