Jovem zagueiro faz jogo seguro no Atlético e tem reconhecimento da torcida

Enrico Bruno e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

Aos 21 anos, o jovem zagueiro Gabriel foi colocado em uma fogueira no time já bastante desfalcado do Atlético-MG, mas não decepcionou o torcedor que compareceu ao Independência. Apesar do empate por 1 a 1 diante do Fluminense, os atleticanos aprovaram o substituto de Edcarlos, que formou o miolo de zaga ao lado de Tiago. Em campo, Gabriel mostrou segurança e recebeu o reconhecimento dos torcedores, que gritaram seu nome no final do jogo.

"Estou à disposição do treinador, assim que o professor precisar de mim, vou procurar aproveitar a oportunidade da melhor maneira possível, sempre respeitando meus companheiros", comentou o garoto.

Com menos de dois minutos em campo, o Atlético abriu o placar com Tiago, subindo mais alto que a defesa carioca e guardou lá dentro. Ainda no primeiro tempo, o Tricolor melhorou em campo, avançou suas linhas e conseguiu empatar com Scarpa, contando com o desvio de Marcos Rocha para matar o goleiro Victor. Na etapa final, Marcelo Oliveira colocou o time pra cima, sacou um de seus volantes, e a equipe permaneceu mais tempo no campo de ataque, mas ficou só no quase e teve que se contentar com a igualdade em casa.

"Glória a Deus, consegui fazer uma boa partida. Está todo mundo de parabéns pelo esforço e dedicação. Seria melhor sair com a vitória, mas um ponto é melhor que nada", encerrou Gabriel.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos