Cuca absolve bandeira em gol e nega uso de ponto eletrônico:"não funcionou"

Do UOL, em São Paulo

A irregularidade no primeiro gol do Grêmio incomodou os jogadores do Palmeiras. O técnico Cuca, no entanto, absolveu o auxiliar Rodrigo Correa pelo erro que resultou no tento de Giuliano. A partida terminou com vitória palmeirense por 4 a 3.

"Esse menino, o bandeira, Rodrigo Correa, ele é gente boa, um cara que dialoga, é dos bons, bandeirou jogos meus. Tem que absolver ele desse erro, porque além de ótimo bandeira, é uma excelente pessoa. Falei para ele que se tivéssemos perdido, jamais iria falar em cima do erro que ele teve. Ganhamos, então vou falar. Aconteceu, que sirva de lição para frente".

Autor de um dos gols da partida, o zagueiro Vitor Hugo se mostrou incomodado com a arbitragem no lance do primeiro tento do Grêmio. "Aquele último lance (do primeiro tempo), o cara estava impedido. O bandeira não deu, juiz não deu, ninguém fez nada", criticou ao "Sportv".

"O que eu mais reclamei no primeiro tempo foi em relação ao gol. Estava impedido. Vocês podem acreditar ou não, mas eles disseram que não houve impedimento, que a bola entrou direito. O bandeirinha do outro lado que falou que desviou. O árbitro e o assistente que estavam no lance não sabiam nem de quem era o gol", criticou Fernando Prass.

No lance polêmico, Pedro Geromel desviou de cabeça, a bola bateu no travessão e voltou nos pés de Bressan, que estava impedido. O zagueiro chutou e Giuliano desviou para o fundo das redes de Fernando Prass.

 

Cuca nega ter mentido sobre utilização do ponte eletrônico

Sobre a utilização do ponto eletrônico na partida contra o Fluminense, o treinador disse ter tentado usar o recurso, mas não conseguiu. Ele e seus auxiliares acabaram suspensos por duas partidas.

"Você não pode falar que eu menti, não menti, eu não minto. Não usei (o ponto eletrônico). Não usei, não admiti. O ponto não funcionou, não usei. Sim, tentei usar, mas não usei. Você não pode dizer que eu menti. Tomei duas partidas de suspensão, vou cumprir. Se tivesse funcionado, ia usar para fazer a substituição. Pegaram a imagem, não tem problema nenhum. Vida que segue", continuou.

Em relação à atuação do Palmeiras no segundo tempo, Cuca disse ter sido o melhor desde que chegou no clube. Em 45 minutos, o time alviverde voltou a ficar à frente no marcador e terminou com vitória por 4 a 3.

"No segundo tempo o Palmeiras jogou bem. Muito bem. Talvez o melhor tempo que jogou comigo. Criamos dez, doze oportunidades de gol, por um lado, pelo outro, com velocidade, bola parada... Era uma questão de tempo para fazermos o terceiro gol. Ele acabou saindo, fizemos o quarto e, para dar emoção ao jogo, tomamos o terceiro. Acho que um jogão. Quem veio aqui, quem assistiu, saiu muito satisfeito com o que viu".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos