Fora de forma, meio-campista já decide 2º jogo seguido para o Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

Fazer a diferença. Ao ser contratado pelo Cruzeiro, no fim de abril, junto ao Palmeiras, Robinho já recebeu esta incumbência. E em apenas duas partidas pela equipe, ele consertou um problema enfrentado desde o início do ano passado, quando Éverton Ribeiro foi negociado para o futebol dos Emirados Árabes Unidos.

O meio-campista, na estreia contra o América-MG, deixou o uruguaio Giorgian De Arrascaeta em condição de marcar. E o dono da camisa 10 não perdoou João Ricardo na ocasião. Nessa quarta-feira (1), foi a vez de o Botafogo sofrer com a sua presença. Ele acertou um belo lançamento para Élber driblar o marcador e estufar a rede Helton Leite.

O momento de Robinho com a camisa do Cruzeiro ratifica a sua condição de titular, adquirida no jogo desta semana, disputado no estádio Mané Garrincha, em Brasília. O único problema é o condicionamento.

Recém-recuperado de um edema na coxa direita, o camisa 19 necessita aprimorar o físico para gozar ainda de mais prestígio com a comissão técnica. Nessa quarta (1), ele deixou o palco do confronto comprovando a necessidade de melhorar a forma.

"Eu acho que a gente está começando a entender o estilo de jogo do Paulo, ele gosta que a gente jogue com as linhas lá em cima, marque em cima. No segundo tempo, algumas peças cansaram, eu, Bryan, Romero. A gente ficou um tempo sem jogar e acaba cansando um pouco, mas acho que a gente só tende a melhorar", comentou.

Neste domingo (5), mesmo longe do condicionamento ideal, Robinho deve permanecer entre os titulares do técnico Paulo Bento para o jogo contra o São Paulo, no Mineirão. O confronto é válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro e se iniciará às 18h30 (de Brasília).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos