Argel fala em fazer mais após Inter virar líder e "entrar nos holofotes"

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Divulgação SC Internacional

O Internacional virou vidraça. Líder do Brasileirão com 13 pontos conquistados em 15 disputados, o Colorado já trabalha para suportar os reflexos de sua campanha. Para Argel Fucks, agora o time está obrigado a jogar ainda mais. Tudo por conta da postura dos adversários nas próximas rodadas.

"Faz parte do processo, dentro da competição. E principalmente quando se vê equilíbrio grande no campeonato. As equipes estão muito parecidas na forma de atuar. Claro que a partir do momento em que se torna líder, os holofotes viram. E aí teremos de ser mais fortes, teremos de fazer mais", disse o treinador.

A liderança isolada foi obtida na quinta rodada, após derrota do Grêmio para o Palmeiras. Argel garante que não assistiu ao duelo no Pacaembu, mas celebrou o primeiro lugar.

"É importante, isso dá confiança na diretriz do trabalho. Mas eu gostaria de estar na primeira colocação em três ou quatro de dezembro", afirmou.

No domingo, o Internacional visita o Vitória. Fabinho, com entorse no tornozelo esquerdo, é a única dúvida. O volante viajará para Salvador e fará teste na véspera da partida para saber se joga ou não.

Confira outras respostas do treinador

FABINHO VETADO OU NÃO

O Fabinho vai viajar para Bahia, ele apresentou uma melhora muito boa. Vamos aguardar, temos treino sábado à tarde no CT do Bahia e aí teremos a definição de quem joga.

LIDERANÇA ISOLADA

É importante, isso dá confiança na diretriz do trabalho. Mas eu gostaria de estar na primeira colocação em três de dezembro. Faltam 33 rodadas, a gente sabe da dificuldade. Cada jogo é uma final, é um pensamento nosso.

INTER EXPOSTO

Faz parte do processo, dentro da competição. E principalmente quando se vê equilíbrio grande no campeonato. As equipes estão muito parecidas na forma de atuar. Claro que a partir do momento em que se torna líder, os holofotes viram. E aí teremos de ser mais fortes, teremos de fazer mais. Mas nada que nos assuste, isso é resultado do nosso trabalho.

PONTUAÇÃO NO COMEÇO

Nós empatamos com a Chapecoense e houve pressão gigantesca em cima disso. E eles estão invictos, em sexto lugar. Temos que respeitar todo mundo e agora já acho aquele empate bom resultado. No primeiro momento, o empate pode parecer ruim. Mas depois o campeonato pode mostrar que foi bom.

JOGO PALMEIRAS E GRÊMIO

Sobre o jogo... Assisto vários jogos, vivo futebol 24h por dia. Mas casualmente, não assisti o jogo do Grêmio. Assisti o jogo do Flamengo, o Vitória é o nosso próximo adversário.

PREVISÃO SOBRE DISPUTA DO TÍTULO

Acho difícil prever alguma coisa. Muito difícil. Nós não temos esse pensamento, não olhamos assim. Nosso pensamento é realmente ir jogo a jogo. O que se diz, é que o times que terminam o primeiro turno na frente levam vantagem. Tem acontecido. Aconteceu com Cruzeiro, Corinthians... Mas nós não podemos nos dar ao luxo de pensar dessa forma.

DEFESA SENDO REPETIDA

Repetir dá entrosamento, significa convicção. Nos últimos 11 jogos, contando final de campeonato, levamos só um gol. Isso é algo muito bom. É importante, um time que leva poucos gols tem solidez e ajuda. Ajuda muito. Esses jogadores praticamente não se lesionam, ficam suspenso raras vezes, tem esse lado. Nosso time é disciplinado, com cada jogador sabendo sua função.

NÃO SER FAVORITO

Somos apenas o líder. E o torcedor é inteligente, sabe que faltam 33 jogos. Eu lembro da primeira coletiva, antes do jogo com a Chapecoense. Foi fantástico não entrar como favorito. Tinha oito ou nove times e nós não. Isso foi fantástico, tirou toda pressão da garotada. Nós nem queremos mesmo. Não éramos favoritos no Campeonato Gaúcho e ganhamos. A equipe joga solta, livre, mas sem esquecer que estamos em um clube de ponta.

COMPARAÇÃO COM FELIPÃO FEITA PELO PRESIDENTE DO GRÊMIO

Devem estar muito preocupados comigo para me comparar com outros treinadores. Segundo que não conheço o Romildo, nem sei quem ele é. Conheço o Vitorio Piffero, campeão do mundo. Não posso falar de quem não conheço.

NÚMERO DE CARTÕES AMARELOS OBTIDOS

Me preocupa, até quando a imprensa fala muito dos cartões amarelos. Aí o árbitro lê o jornal e sabe quantos estão pendurados. O árbitro acompanha futebol, acho que ele sabe. E a partir do momento em que se dá ênfase grande nisso, ele toma conhecimento. Tem coisas muito mais importantes para falar do que cartão amarelo. Mas claro que preocupa, é fundamental começar e terminar com 11. Ter um jogador a menos pode decidir o jogo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos