Conta de Roger faz Grêmio não se preocupar com perda do 1º lugar

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

Perder a liderança do Brasileirão não preocupa o Grêmio. Nem mesmo sendo o arquirrival Internacional o novo primeiro colocado isolado. Tudo reflexo de uma base de cálculo criada por Roger Machado e difundida no clube. Dentro dessa visão, a arrancada ainda é boa – mesmo após a derrota de 4 a 3 para o Palmeiras.

A conta de Roger, e agora a conta do Grêmio, desmembra o campeonato em blocos de cinco jogos. Dentro de cada minitabela, a meta é ter mais de 60% de aproveitamento.

O rendimento atual, com três vitórias, um empate e uma derrota, é de 67%. O Inter tem 87% dos pontos que disputou. E, de acordo com a visão do Grêmio, está 'fora da curva', em um cenário que não se sustentará na sequência da disputa.

"Pela circunstância do jogo (com o Palmeiras), poderia ser diferente (a soma de pontos atual). Mas a pontuação ainda é boa, dentro do que pensamos para o início. Nos deixa no bloco da frente mesmo com esse começo tão difícil", disse Roger Machado.

Nas próximas cinco rodadas, o Grêmio enfrenta Ponte Preta, Fluminense, Chapecoense, Cruzeiro e Vitória. Somente os jogos contra cariocas e catarinenses serão fora de casa.

"A gente sabe que o campeonato é longo, ele não vai ser decidido agora. Agora é para fazer gordura, mas não decide nada. Na minha opinião, é importante estar no bolo e virar o turno perto. E aí, no segundo turno, se decide o campeão", concordou o meia Giuliano.

O detalhe é que o Inter terá seis rodadas contra times do meio ou da ponta debaixo da tabela. No domingo, o Grêmio recebe a Ponte Preta e o Colorado visita o Vitória, ambos às 16h (Brasília).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos