Briga de organizadas de Fla e Palmeiras tem 30 detidos e feridos no DF

Bernardo Gentile e DIego Salgado

Do UOL, no Rio de Janeiro e em São Paulo

A briga generalizada envolvendo organizadas de Flamengo e Palmeiras no intervalo do jogo entre as equipes no estádio Mané Garrincha, em Brasília, terminou com 30 detidos e alguns feridos. Dois deles estão em estado gravíssimo, internados no Hospital de Base.

Um deles é membro da organizada "Raça Fla". Ele tem 47 anos e sofreu politraumatismo e não passou por qualquer cirurgia, realizando apenas exames até o momento. As informações são do hospital.

Segundo a polícia, a organizada do Palmeiras furou o bloqueio de segurança e partiu em direção dos torcedores da equipe rival. Houve confronto até que os policiais militares chegassem ao local e usassem gás de pimenta para apartar a confusão.

O gás de pimenta se dissipou pelo estádio e fez com que vários torcedores que não estavam envolvidos na briga sofressem com a substância. O mesmo aconteceu com os jogadores no gramado do Mané Garrincha.

Três policiais também se feriram no confronto. Um teve o nariz quebrado por uma pedrada, o segundo teve a mão perfurada por estilhaços e o terceiro teve um extintor arremessado nas suas costas. Os feridos foram atendidos na enfermaria do estádio, com apoio do Corpo de Bombeiros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos