Atlético-MG pode decretar recorde negativo do Cruzeiro em pontos corridos

Enrico Bruno, Thiago Fernandes e Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Thomas Santos/AGIF

    Clubes mineiro começaram o Brasileirão com desempenhos muito aquém do esperado

    Clubes mineiro começaram o Brasileirão com desempenhos muito aquém do esperado

Mal das pernas, Atlético e Cruzeiro fazem o clássico mineiro neste domingo buscando uma vitória que pode significar, quem sabe, uma arrancada na tabela. Desde tabus, estreantes e velhos conhecidos, o cenário do maior jogo do estado é cercado também pelo mau momento de cada um. Para o Cruzeiro, integrante do Z-4, terminar o jogo com um resultado insatisfatório pode não só custar a confirmação da má fase, mas a quebra de um recorde nada agradável. Das seis rodadas jogadas, o time celeste já frequentou o rebaixamento em quatro delas, e este é exatamente o tempo máximo que o clube já passou na berlinda em uma edição do Brasileirão por pontos corridos.

Desde que o Brasileirão começou a ser disputado no sistema de pontos corridos, o Cruzeiro só não pontuou mais que o São Paulo. Além das três conquistas, o clube ainda colecionou um vice e outras três colocações entre os cinco primeiros. Foram tantos os bons campeonatos que raramente a equipe visitou a zona do rebaixamento. Por isso, o número rodadas na berlinda é bem baixo, não superou a quatro rodadas por edição.

De 2003 a 2015, o Cruzeiro passou 11 rodadas no rebaixamento. Os piores números neste quesito aconteceram nas temporadas de 2011 e 2015. Em cada um dos dois anos, o clube frequentou o Z-4 por quatro das 38 rodadas jogadas, sendo elas seguidas ou não. Conforme já dito, se o resultado positivo não vier no clássico mineiro, o clube ficará na zona do rebaixamento pela quinta rodada neste ano.

"Seguramente, clássico é importante para a equipe, para a torcida. Estamos vivendo uma situação complicada, sabemos que não estamos bem. Então é muito importante essa partida para todos, não podemos perder mais pontos", comentou o volante cruzeirense Lucas Romero.

Se uma eventual derrota poderá deixar o Cruzeiro até na lanterna do Brasileirão, um triunfo dentro do Horto pode alavancar o time até oito posições acima na tabela. Da mesma forma, o Atlético pode subir até sete degraus com um triunfo ou ser o novo integrante do rebaixamento, em caso de derrota. Certo é que uma vitória reanimará demais os ânimos nos dois lados depois de um início bem abaixo das expectativas.

"Agora é importante a gente se motivar, ter uma semana tranquila. Pedir apoio da torcida a gente não precisa. Sabemos que eles vão estar em campo, vão nos apoiar. Temos que fazer nossa parte dentre de campo e conseguir essa vitória no clássico e uma arrancada", diz o lateral atleticano Marcos Rocha.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos