Líder e artilheiro ou mimado e polêmico. Qual Fred chega ao Atlético-MG?

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Alexandre Loureiro/VIPCOMM

    Fred e Victor estiveram juntos durante a Copa do Mundo de 2014

    Fred e Victor estiveram juntos durante a Copa do Mundo de 2014

Os números de Fred são incontestáveis. Um dos maiores artilheiros da história do Fluminense, oitavo maior goleador da história do Campeonato Brasileiro e com muitas convocações ao longo da carreira, o atacante também é marcado por outros assuntos. Seja por aspectos positivo e negativos. E assim fica a dúvida. Qual Fred que vai chegar ao Atlético-MG?

Em quase oito anos de Fluminense, Fred acumulou títulos, mas acumulou polêmicas também, muitas vezes por causa do valor do salário. Enquanto fazia gols importantes, que evitaram o rebaixamento no Brasileirão de ou que garantiram os títulos nacionais em 2010 e 2012, Fred se via cercado por acontecimentos fora de campo. O mais recente, com o técnico Levir Culpi, quase o tirou das Laranjeiras já em abril.

O logo tempo de clube fez Fred se tornar o 'dono do time'. O episódio que envolveu a participação de Ronaldinho Gaúcho na Flórida Cup, em janeiro, é o melhor exemplo. O atacante foi para o Estados Unidos, mas não enfrentou Shakhtar Donetsk e Internacional, por não concordar com a presença do meia que havia se desligado do clube meses antes.

Por isso, fica a questão. Qual Fred que Marcelo Oliveira vai receber no Atlético? O atacante de 32 anos chega na Cidade do Galo para ser mais um dos importantes nomes que já fazem parte do grupo de jogadores atleticanos. Victor, Leonardo Silva, Rafael Carioca, Dátolo, Lucas Pratto e Robinho são alguns dos mais conhecidos. Além de outros líderes, como o lateral direito Marcos Rocha e o volante Leandro Donizete.

Fred chega consciente do papel que vai desempenhar. Pelo menos foi o demonstrado pelo jogador mineiro, que conversou com alguns atletas há mais de uma semana. Fred aproveitou o confronto entre Atlético e Fluminense, pela quinta rodada do Brasileirão, para saber como seria recebido na Cidade do Galo em caso de um acerto.

"Até brinquei com ele antes do Jogo. 'Vamos jogar aqui com a gente, gostaríamos de contar com você'. Mas foi mais em tom de brincadeira, sabendo das sondagens que existiam. Ele vai ser muito bem recebido aqui. Bom ambiente e estrutura maravilhosa, tudo que o atleta precisa se adaptar o mais rápido possível e render. Sabemos do potencial do Fred e ele pode nos ajudar", comentou o goleiro Victor, que já foi companheiro do atacante, durante a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos